sexta-feira, 29 de abril de 2016

Leituras do Mês - Abril


Oi, pessoal!!

Eu acho que o clima (let me take you to the weather!) é um negócio muito louco, por que segunda-feira tava um calor dos diabos, eu não podia andar meio metro na rua sem ser derretida pelo sol, e hoje tá muito frio e eu to debaixo das cobertas com pijama de frio e batendo os dentes (okay, talvez eu não esteja de fato batendo dos dentes).

Hoje é o clima perfeito para uma leitura marotíssima mas eu já li muito A Dança dos Dragões hoje cedo então eu vou escrever esse post e sofrer um pouco de frio mentira o frio é lindo frio te amo.

Mangás

No.6 #1

Em abril eu estava cheia de coisas pra fazer e não li quase nada de mangás e HQs. Abril SEMPRE é o mês do ano com menos leituras, por que é o mês do meu aniversário e eu fico meio vagabunda na troca de idade. Só li o primeiro volume de No. 6, um mangá distópico com temática gay. A história é interessante e eu quero ler tudo, mas parece que o pessoal que traduzia para o português desistiu do mangá... Provavelmente vou terminar de ler em inglês mesmo.

Quadrinhos

Guerra Civil #1  Guerra Civil #2 Guerra Civil #3 Guerra Civil #4
Guerra Civil #5  Guerra Civil #6 Guerra Civil #7 Ms. Marvel #06

Em abril eu li os sete volumes que constituem a Guerra Civil da Marvel. Eu gostei da história, mas achei que tudo dava pra ter sido resolvido de uma forma muito mais simples. Eu sou #teamstark, mas sinceramente acho que o Tony tomou umas decisões de merda espetaculares *cofTHORcof* e o Steve Rogers podia ter feito mais para provar seu ponto de vista. Acho que se a S.H.I.E.L.D. tivesse chegado em todo mundo bonitinho e conversado não teria treta nenhuma. Claro que sem treta não haveria Guerra Civil e daí, obviamente, não teria HQ, mas eu realmente acho que eles forçaram a barra. Se eu tivesse uma amizade de tanto tempo, igual do Tony e do Cap, eu não teria jogado tudo fora por causa de uma visão política diferente.

Estou ansiosa para ver como vão adaptar isso pro filme, sem o Quarteto Fantástico, sem os X-Men e sem praticamente todos os heróis da Marvel fora os poucos que estão nos Vingadores...

Li também o sexto volume do novo arco da Ms. Marvel e essa HQ é muito amor! Teve o Bruno invocando Loki com um pentagrama verde e copos de café do starbucks! O VIKING HIPSTER! Captain Marvel e Homem de Ferro brigando pela Ms. Marvel! Tony Stark sendo fofo! O casamento do irmão da Kamala! Eu amo essa HQ. 
Livros

Eu, Você e A Garota Que Vai Morrer Um Dia Trono de Vidro A Garota No Trem
Auto de São Lourenço Vidas Secas A Dança dos Dragões A Menina que Brincava com Fogo

Calma, eu não li oito livros esse mês. Vamos por partes.

O primeiro livro que li em abril foi Eu, Você e a Garota que Vai Morrer, que eu detestei e escrevi uma resenha explicando o motivo. Depois li A Garota no Trem, que me surpreendeu bastante, a pesar de eu ter problematizado algumas coisas no livro. Também escrevi uma resenha. Li Trono de Vidro, um livro pelo qual eu estava muito ansiosa e do qual gostei muito, e também escrevi uma resenha para ele. Esse mês foi cheio de resenhas.

Li o livro Um Dia e tudo sobre ele foi uma surpresa enorme. Eu não sabia nada sobre o livro fora a estrutura com o qual fora escrito, cada capítulo um dia por ano, e eu adorei a experiência. O livro foi lindo e emocionante, o final me deixou caída no chão do meu subconsciente. Deixa eu contar uma marotagem, aliás: eu estava lendo o livro no ponto de ônibus, o busão chegou, marquei a página, fui pra faculdade e só fui voltar a ler no dia seguinte. Se eu tivesse lido mais UMA página no ponto de ônibus, teria lido a cena em que SPOILER a Emma morre SPOILER, e eu não fazia a menor ideia que isso acontecia! Imagina minha cara no dia seguinte quando peguei o livro pra ler.

Também li a peça O Auto de São Lourenço para a faculdade. Foi uma leitura simples mas o livro não é nada de especial, na minha opinião. Eu tentei ler Vidas Secas mas parei pouco depois da página 50, pois eu estava achando o livro MUITO chato e sinceramente, não tô com paciência para ler livros que não me agradam.

Em abril comecei a ler A Dança dos Dragões e A Menina que Brincava com Fogo, mas só vou terminar em maio então não darei muitos detalhes. Só adianto que ambos os livros são incríveis!
_______________________________

É isso por hoje, galeres! Até a próxima :* 

quinta-feira, 28 de abril de 2016

A Grande Lista de Metas #2016 - Abril


Olá, galerinha linda do meu kokoro! Como vocês estão?

Hoje é um dia muito especial pois eu estou inspirada. Vou escrever vários posts, editar meus vídeos, terminar de ler uns artigos pra faculdade e, talvez, quem sabe, se for possível, mas provavelmente não, virar gente!

Vamos aos DESAFIOS CUMPRIDOS DO MÊS!!!

Desafio em andamento (ง'̀-'́)ง
Desafio cumprido (ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧
Desafio que larguei mão  ¯\_(ツ)_/¯

Ainda não comecei ( ͡° ͜ʖ ͡°)

01) Terminar de assistir How I Met Your Mother



Eu acabei de assistir How I Met Your Mother ontem e ainda não sei direito o que fazer com a minha vida. Eu adorei o seriado, mudou minha vida, mudou minha forma de ver as coisas. Eu até achei o final melhor que o de Friends. A amizade que o Ted, o Marshall, a Lily, a Robin e o Barney tem é algo tão raro e invejável que eu queria morar em cima de um bar e me juntar com meus amigos lá todos os dias por anos. Não ia cansar disso nunca.

Eu amei o final, mesmo *alguém* tendo me dado muitos spoilers. Eu achei um final realista e, na cena do final com o guarda-chuva, eu só consegui pensar que "eu jamais vou escrever algo tão bonito assim".

02) Ler um mangá e uma HQ por mês (4/12) (4/12)


No.6 #1 Guerra Civil #1  Ms. Marvel #06

Nesse mês eu li muito pouco de quadrinhos e mangás. Eu li os sete volumes de Guerra Civil (sabe o filme do Capitão América que tá chegando? Então.) e gostei muito, mas deixei de ser #teamstark pra virar #teamdavapraresolverconversando. 

Li o volume seis do segundo arco de Ms. Marvel e MEU DEUS ESSA HQ NÃO PARA DE MELHORAR NUNCA! Três palavras: deus viking hipster.


Li o primeiro volume de No. 06, um mangá distópico com temática gay, e gostei muito! São apenas nove volumes e espero ler o resto em maio :p

03) Terminar de assistir Cosmos
04) Ler Sherlock Holmes completo (0/4)

05) Ler cinco livros clássicos (fora os já na lista) (2/5)


Auto de São Lourenço

Em abril eu li O Auto de São Lourenço, uma peça escrita pro um padre sobre demônios. Foi uma peça escrita por José de Anchieta para catequizar os índios, e eu li para a faculdade, para a matéria de Literatura Brasileira. O contexto histórico é interessante, mas achei um pouco maçante. A peça é curtinha (pouco mais de 100 páginas) e eu li em cerca de meia hora.

06) Terminar de assistir Friends


07) Assistir O Poderoso Chefão (0/3)
07) Ler a trilogia Millennium (1/3)

Os Homens Que Não Amavam as Mulheres A Menina que Brincava com Fogo

Eu fiz um post sobre minha dificuldade para me concentrar em filmes, e foi por causa disso mesmo que desisti de assistir O Poderoso Chefão. Sinceramente, não sou obrigada :*

Decidi mudar o desafio para ler os três livros da saga Millennium. Eu já li o primeiro livro, Os Homens que Não Amavam as Mulheres, em março. Agora eu abril comecei a ler A Menina que Brincava com Fogo, mas não vai dar tempo de terminar ainda esse mês. Eu adorei o primeiro livro e escrevi isso sobre ele no instragram:

"A tradução do título desse livro, na minha opinião, foi demasiadamente suavizada. A questão em jogo não é que os homens não amam as mulheres: os homens, de fato, odeiam as mulheres.

Por que se não odeiam, que sentimento é esse que faz com que os homens estuprem, torturem, esquartegem, cortem os dedos e as mãos, mutilem os órgãos sexuais, joguem ácido no rosto, coloquem fogo, matem uma mulher? Que sentimento é esse que faz com que homens matem as mães, as mães de seus filhos, suas irmãs, filhas, ou completas desconhecidas? Que sentimento é esse que faz com que homens ao redor do mundo destruam a vida de tantas mulheres?
De fato, os homens odeiam as mulheres."


08) Assistir Matrix (1/3)

Neo, tenho uma parada aqui que vai te deixar lokão.
Eu assisti o primeiro filme da trilogia Matrix e achei espetacular! A história todo mundo deve conhecer, só eu que sou lerda e só fui ver esse ano, mas realmente gostei! A cena em que o Neo sai do casulo me deixou com uns calafrios violentos. Pretendo assistir o segundo filme em breve :)

09) Assistir O Senhor dos Anéis (0/3)
10) Assistir Star Wars (0/6)

11) Terminar de ler As Crônicas de Gelo e Fogo (2.5/3)


Em abril eu comecei a ler A Dança dos Dragões mas já sei que não vou conseguir terminar ainda neste mês. Já estou quase na metade do livro (já li mais do que na foto), e o livro está incrível! Eu adoro essa história, até iria querer viver em Westeros se não fosse pela guerra, fome, violência, frio e... bem, na verdade eu não gostaria de viver lá, não...

Espero terminar este desafio em maio :3

12) Reler dez livros (2/10)
13) Fazer os piercings e tatuagens que eu quero (0/2)
14) Terminar o primeiro rascunho do meu primeiro livro


15) Assistir todos os filmes do Universo Marvel (7/13)

Os Vingadores - The Avengers - Poster / Capa / Cartaz - Oficial 1

Nesse mês eu só assisti Os Vingadores desse item e sinceramente esperava mais. Mas ainda estou ansiosa para assistir Guerra Civil e espero que o universo Marvel dê uma melhorada por que tô achando os filmes mais recentes meio chatos...

16) Assistir dois animes (0/2)
_____________________________________

É isso por hoje, pessoal! Até o mês que vem (ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧

Sou #teamstark mas OLHA ESSE OMI.

domingo, 24 de abril de 2016

Trono de Vidro, de Sarah J. Maas

Trono de VidroAutora: Sarah J. Maas
Título original: Throne of Glass
Editora: Galera Record
É bom?: ★★ 
Páginas: 392
Sinopse: Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, uma jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta. Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.





Eu sempre fui extremamente curiosa para ler este livro, mas nunca soube exatamente o que esperar dele. Há tempos parei de ler resenhas que se aprofundavam demais em apresentar a história do livro resenhado pois não era raro eu ir ler o livro e descobrir que a resenha contava até aproximadamente metade do livro (nunca mais leio resenhas de livros do Dan Brown SAHSUAHUSA).

Enfim, tudo o que eu sabia era que o livro era sobre uma garota, Celaena Sardothien, que foi treinada desde criança para ser assassina, até que alguém traiu sua confiança e ela foi pega pelos guardas de Ardalan e a colocaram para trabalhar como escrava. Eventualmente, o Rei decide criar um campeonato para escolher um assassino oficial da Coroa e o filho do Rei, o Príncipe Dorian, escolhe Celaena para ser sua campeã. As informações deste parágrafo estão nos três primeiros capítulos do livro e são tudo o que você precisa saber para começar a leitura.



Olha só essas fanarts *-*
Minha opinião: eu gostei muito do livro. Achei a escrita da Sarah muito fluída, mesmo sendo em terceira pessoa. Ela é muito boa em descrever cenas de luta e de ação, além de saber incorporar personalidade até nos atos de seus personagens principais. A protagonista, Celaena, é sem dúvida uma personagem incrível. Gostei de ela ser forte & habilidosa & inteligente & vaidosa. A autora não trata o fato de Celaena gostar de jóias e vestidos como fraqueza, mas sim como um simples aspecto da personalidade dela.

Um ponto fraco que fez eu dar quatro estrelas foi que, pelo menos nesse primeiro volume, a autora inseriu personagens demais, e era difícil se lembrar da aparência, personalidade e habilidades de todos, principalmente aqueles que apareciam menos (os protagonistas foram bem desenvolvidos). Outra coisa é que o responsável pelo Grande Mistério era bem óbvio, pelo menos para mim. Mas o Grande Mistério em si revelou muitas surpresas, então isso é meio irrelevante.



As personagens femininas de Trono de Vidro.
Um dos ponto mais altos foi a mitologia abordada na história: não é tão comum que se aborde mitologia nórdica e fadas em livros para jovens adultos. Fora os filmes da Marvel e da nova série do Tio Rick, não consigo pensar muitas obras que mostrem mitologia nórdica. Achei esse ponto interessante, mas espero que a autora fale mais do assunto nos livros seguintes.

Resumindo: eu gostei da premissa do livro, da mitologia abordada e adorei os personagens. Mal posso esperar para ler os próximos livros!

Já temos os quatro livros lançados + o spin-off A Lâmina da Assassina no Brasil, além do primeiro livro da nova série dela, Corte de Espinhos e Rosas. O título do quinto livro será Empire of Storms (Império da Tesmpetade, em tradução livre) e o título do segundo livro de CDEER será A Court of Mist em Fury (Corte de Névoa e Fúria, em tradução livre). Quero todos, aceito de presente *-*

Clique na capa parar ir para a página do skoob.

    
   

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Eu estou MUITO viciada em podcasts (já que você já está aqui, dê uma olhada nestes)

- Nathalia, você está viciada em podcasts?
- NÃO! Só um pouco.
Olar, pessoas lindas! Como vocês estão?


Hoje estou aqui para falar sobre um vício não tão recente mas tecnicamente bem recente. Já faz um bom tempo que eu escuto podcasts, pelo menos uns dois anos, mas sempre foi uma coisa bem esparsa. Como eu não tenho paciência nem pra assistir filme, você acha que eu tenho paciência para ouvir um podcast de duas horas sobre um cara indo refazer a carteira de motorista? Só se fosse no ônibus, ou andando na rua por muito tempo, por que não gosto de deixar coisas pela metade. Mas as coisas mudaram...

Azhagal e o Jovem Nerd, hosts do Nerdcast, com o escritor Eduardo Spohr,
que aparece no podcast direto.
Nerdcast 

Em 2014, quando eu comecei a ouvir o Nerdcast, eu ouvia muito raramente um ou outro episódio perdido. Em 2015 eu comecei a pegar ônibus todo dia e passar quarenta minutos indo e voltando da faculdade sem nada para fazer, comecei a ouvir mais assiduamente e CARA, EU AMO ESSE PODCAST. 

Acredito que o Nerdcast fala por si mesmo, é absurdamente famoso no Brasil então não vou me alongar muito. Caso você nunca tenha ouvido falar do Nerdcast, a melhor forma de descobrir o que ele é é OUVINDO UM EPISÓDIO! Eis meus favoritos: Hip Hop: A Revolução Não Televisionada, Histórias de Outros Carnavais, Silvio Santos: A Biografia Incompleta, Estudo, Perseverança e Pratos e Sem Licença Para Dirigir. Como o título diz, o Nerdcast faz programas sobre assuntos nerds, mas geralmente são sobre filmes, séries e livros e soltam muitos spoilers, então coloquei episódios genéricos. MAS SÃO EXCELENTES, EU JÁ OUVI CADA UM DESSES UMAS DUAS VEZES.

Como o título sugere, é um podcast polêmico.
Mamilos


Para ser sincera eu não ouvi MUITOS episódios de Mamilos. A questão é que cada episódio é extremamente atual, assuntos que estão na mídia naquele exato momento, então ouvir edições antigas é um tanto quanto redundante. Eu só ouvi alguns dos mais recentes, mas são excelentes! Eles sempre falam de assuntos polêmicos de forma crítica e informativa. É excelente para quem gosta de estar por dentro do que acontece no cenário político brasileiro.

Alguns episódios muito bons são: #SeráQueÉRacismo, carta do Temer e Pânico Banido da CCXP, Ondas Gravitacionais, Carta Aberta ao Brasil e Eleições Americanas e Meritocracia, a Aristocracia de Talentos.



A Voz De Delirium

A Voz de Delirium é um podcast fictício sobre uma cidade chamada Delirium onde coisas misteriosas acontecem. Parece muito com Welcome to Night Vale (a gente vai falar desse mais para frente), mas tem um toque mais brasileiro. Obviamente o podcast é em português, então quem não fala inglês tem essa alternativa!

Como é uma história serializada, você tem que ouvir desde o primeiro episódio. Visite o site oficial deles clicando aqui!

A partir daqui, podcasts em inglês...

Sim, o podcast do John e do Hank Green!
Dear Hank & John

Esse é o podcast do escritor John Green, que escreveu A Culpa é das Estrelas e outros livros incríveis e divosos, e seu irmão, Hank Green. Você talvez os conheça através do canal Vlogbrothers, um dos canais mais populares e incríveis do YouTube.

O podcast traz mensagens que os fãs escrevem para o Hank e o John, pedindo conselhos, fazendo perguntas, falando coisas aleatórias e fazendo eles se embananarem nas respostas. O podcast é hilário, eles dão alguns conselhos bons e outros nem tanto. Eu não ouvi muita coisa, uns 10 episódios no máximo. Você pode ouvir qualquer episódio em qualquer ordem clicando aqui

Às vezes a verdade é mais assustadora que a ficção.
Lore

Lore é um podcast maravilhoso, feito pelo maravilhoso com voz de veludo Aaron Mahnke. O podcast fala de lendas urbanas e criaturas do ponto de vista das coisas que realmente aconteceram. O primeiro episódio, por exemplo, fala sobre vampiros e casos "reais" em que pessoas foram acusadas de serem vampiros. 

Cada episódio traz algo completamente diferente e espetacular, o jeito como ele conta as histórias é informativo e muito interessante. Clique aqui e veja o site dele, é lindo! Você pode ouvir qualquer episódio em qualquer ordem, pois não é uma história, mas eu recomendo que você comece pelo primeiro episódio pois assim você vai ter uma ideia do que está por vir.


The Black Tapes


Esse é meu podcast favorito, e isso já diz muito sobre ele. Eu amo/sou histórias de terror, desde criança eu sou viciada nessas coisas (eu até brincava de caçar fantasmas, literalmente sou uma versão que morreria na primeira temporada do Dean Winchester)(pera, ele morre na primeira temporada?) (ele morre em todas as temporadas no mínimo uma vez).

The Black Tapes é um podcast que conta a história de Alex Reagan, um amor de pessoal, literalmente o melhor ser humano desse universo. A Alex está fazendo um programa novo sobre profissões incomuns, e o primeiro episódio é sobe caças fantasma profissionais! Eis que ela conhece o professor universitário Richard Strand, um caça fantasma. Mas ele não é um caçador de fantasma comum. Na verdade ele dedica sua vida para provar que fantasmas/demônios/pessoas com poderes paranormais NÃO existem. Ele criou um desafio, e dará um milhão de dólares para a pessoa que conseguir provar que fantasmas/demônios/pessoas com poderes paranormais existem. Até hoje, ninguém ganhou o prêmio.

Em seu escritória, Richard tem várias fitar brancas com casos solucionados - casos que ele provou terem sido de alguma forma forjados. Ele também tem fitas pretas (The Black Tapes), que consistem em casos que ele ainda está trabalhando em provar falsos. Alex decide investigar uma dessas fitas, e a partir disso ela torna o podcast todo em uma investigação de fenômenos paranormais, ao lado de Richard, que é um tremendo cético, e de seu amigo Nic, um fofo que é a segunda melhor pessoa do universo.

O podcast é maravilhoso, MUITO ASSUSTADOR, sério, eu não costumo ter medo de NADA e eu passei uma sólida semana sem pegar no sono direito por causa desse podcast. Eu tô falando muito sério. Em cada episódio Alex investiga uma fita diferente, e ela cruza com sombras misteriosas, sons diabólicos, pessoas com o rosto virado de cabeça para baixo e outras coisas muito, mas muito assustadoras. 

Clique aqui que você será redirecionado ao site do podcast, e clique aqui para ouvir o primeiro episódio. Os episódios estão em ordem, então você tem que ouvir desde o primeiro para entender o que acontece. Ah, você pode achar estranho que o primeiro episódio seja o 101, mas na verdade isso quer quiser TEMPORADA 1 EPISÓDIO 01. Também fiquei confusa :p


Por último, mas não menos importante: o episódio quatro fala sobre um assassinato misturado com lenda urbana que aconteceu numa pequena cidade americana. Nesse episódio ficamos sabendo que por lá existe um fantasma com o rosto virado de cabeça para baixo, e aqui lhes apresento o motivo pelo qual foi difícil dormir ao ouvir este podcast: no meu quarto eu tenho um poster DESTE QUADRO!


Esse quadro está pendurado bem atrás de mim e ESTÁ ME OBSERVANDO.


Sim, eu estou de pijama, e não, eu não sei por que eu ainda não tirei aquele maldito quadro da minha parede.

TANIS


Sabe o Nic, amigo da Alex, que eu acabei de citar ali em cima? Pois é, ele é o host de TANIS, o podcast mais difícil de entender depois de Welcome to Night Vale (a gente vai chegar nele, calma aí).

TANIS é um podcast apresentado por Nic Silver, com algumas aparições da Alex Reagan (o Nic também vive aparecendo em The Black Tapes), e é até difícil de explicar o que é o podcast e o que é TANIS.

Nic fala, em seu primeiro episódio, que com a internet e outros meios de comunicação é difícil que verdadeiros mistérios existam hoje em dia. Nada fica sem solução, todos os casos paranormais que antigamente não tinham explicação foram atingidos com a mácula da internet. Qual a graça de viver num mundo onde se tem resposta para tudo? 

Não é o caso de TANIS. TANIS não tem explicação. Nic nem sabe explicar o que é TANIS. TANIS é um verdadeiro mistério. Ninguém sabe se é algum objeto, lugar, uma pessoa ou até um conceito. Nic fez o podcast, que é uma espécie de documentário, com o objetivo de descobrir o que TANIS é. Eis que ele esbarra com teorias da conspiração, hackers, cultos misteriosos e coisas tão assustadoras que te deixam sem dormir. Sim, eu não tenho dormido muito ultimamente. 

Você pode ouvir o primeiro episódio clicando aqui, mas já aviso que tem que ouvir na ordem, ou você vai se perder. Na verdade, você vai se perder mesmo se ouvir na ordem certa, essa é a melhor parte.

A linda da Alex e o lindo do Nic <3
Esse é meu wallpaper, curiosamente.
Welcome to Night Vale

Esse é literalmente o podcast mais famoso do mundo, então se você nunca ouviu falar dele, a melhor forma de começar é recebendo o aviso de que ele é muito bizarro. É um podcast produzido no formato de um programa de rádio para uma cidade pequena. É narrado por Cecil Palmer (a voz de Cecil Palmer é o maravilhoso Cecil Baldwin, dá uma olhada no instagram dele e apenas observe como ele é demais) e Cecil conta, com sua voz profunda e assustadora, o que vai acontecer essa semana na cidade, dá avisos da prefeitura, informa sobre o clima, horóscopo e transito. Mas a questão é que Night Vale não é uma cidade normal. A verdade é que todas as teorias da conspiração, fenômenos paranormais e criaturas fantásticas de fato existem e os moradores da cidade convivem com isso normalmente. Mas é claro que, de vez em quando, coisas tão estranhas acontecem que até quem está acostumado com isso fica assustado.

O podcast é assustador, engraçado, divertido e tem personagens espetaculares. A série tem muita diversidade, incluindo o personagem principal, Cecil, que é gay, e tem como namorado Carlos, O Cientista, que é considerado hispânico pelo fandom.

Para entender de fato o que é Welcome to Night Vale você tem que OUVIR O PODCAST!! Como é uma história, é interessante que você ouça na ordem, desde o primeiro episódio. No entanto, a história é esparsa e nem um pouco linear, então eu recomendo alguns episódios para você ver que tipo de coisa encontrará nesse podcast: A Story About You, Best Of?, A Memory of Europe, Numbers e There is No Part 1, Part 2.
__________________________________________________

É isso por hoje, pessoal! Confesso que esse post ficou maior do que eu pensava, mas nada mais justo do que fazer um tributo desses aos meus podcasts favoritos, que me salvaram do tédio eterno que é andar de ônibus todos os dias.

Caso você queira acompanhar os podcasts, eu recomendo que você baixe o aplicativo Podkicker, para Android, pois é o melhor aplicativo de todos, te permite salvar os episódios no seu celular e deixa tudo organizado, até avisa quando sai episódios novos.

Até o próximo post! Boa noite, leitores. Boa noite.