terça-feira, 31 de março de 2015

Desafio de leitura 2015 - Março



Olá, gente maravilhosa! Como estão neste belo dia?

Eis aqui mais um post do Desafio de Leitura 2015Tudo começou quando eu decidi ter algumas leituras diferenciadas durante o ano e bolei uma lista com vários desafios. Em janeiro eu cumpri 11 dos 36 itens da lista e em fevereiro eu cumpri mais 6 itens! Vamos ver o que nos aguarda em março:


1) Ler um livro com mais de 600 páginas
2) Ler três livros clássicos Li Laços de Família, que junto com Capitães da Areia e O Mágico de Oz forma três livros *-*
3) Ler um livro que virou filme Capitães da Areia, de Jorge Amado
4) Ler um livro que virou seriado
5) Ler o primeiro livro da série Game of Thrones
6) Ler um livro cujo idioma original é o espanhol
7) Ler um livro com números no título
8) Ler um livro escrito por alguém com menos de 30 anos Legend, de Marie Lu (hoje ela tem 30 anos, mas quando publicou o livro tinha 27)
9) Ler um livro com personagens não humanos O Herói Perdido - Rick Riordan (tem deuses, semideuses e monstros)
10) Ler um livro de comédia O Xangô de Baker Street, de Jô Soares
11) Ler um suspense/mistério O Xangô de Baker Street, de Jô Soares
12) Ler um livro de contos e/ou crônicas As Crônicas de Bane, de Cassandra Clare, Sarah Rees Brenan e Maureen Johnson
13) Ler um livro oriental
14) Ler uma biografia  Não entre em pânico - Neil Gaiman
15) Ler uma autobiografia O Salmão da Dúvida - Douglas Adams
16) Ler um livro nacional contemporâneo Poderosa, de Sergio Klein. Eu amava essa série quando tinha meus 12-13 anos
17) Ler o livro de estréia de um autor Legend, de Marie Lu
18) Ler um livro que faz parte da lista do Charlie de As Vantagens de Ser Invisível
19) Ler um livro recomendado por um amigo Capitães da Areia, de Jorge Amado, que meu namorado elogiou tanto que eu PRECISEI ler
20) Ler uma fantasia medieval
21) Ler um livro que é o spin-off se uma série
22) Ler um livro em um dia Legend, de Marie Lu, tão legal que nem dá para largar
23) Ler um livro que se passe num lugar que quero visitar O Salmão da Dúvida, de Douglas Adams. Antes de ler o livro nem sabia que queria visitar. Ele conta sobre uma ilha paradisíaca incrível na Austrália, em que você pode nadar ao lado de enguias! Quero muito visitar esse lugar.
24) Ler uma trilogia Trilogia Legend, adivinha o nome da autora!
25) Ler um livro com resenhas negativas Whisper, de Phoebe Kitanidis. Não é pra menos, o livro não é muito bom, não
26) Ler um livro da minha infância O Pequeno Vampiro, de Angela Sommer-Bodenburg, um livro que me deixou sem dormir no auge dos meus sete anos
27) Ler um livro com triângulo amoroso Legend. É um triângulo amoroso sem muito drama desnecessário
28) Ler uma graphic novel Scott Pilgrim Contra o Mundo, de Bryan Lee O'Malley. Li os dois últimos volumes.
29) Ler um livro de um autor que eu não conhecia Eleanor & Park, de Rainbow Rowell. Eu mal tinha ouvido falar da autora e foi o primeiro livro que li dela. Você pode ler a resenha dele clicando aqui.
30) Ler um livro emprestado Laços de Família, de Clarice Lispector, que peguei da faculdade.

Março foi um mês fraco no Desafio de Leitura 2015, só consegui cumprir 4 itens. Assim, no total já cumpri 21/30. Não falta muito, prometo me esforçar mais em abril =D 

Os livros lidos em março foram: 

A Marca de Atena A Casa de Hades O Sangue do Olimpo  Laços de família
Aristóteles e Dante Descobrem Os Segredos do Universo Passarinho Whisper Poderosa
Garota Exemplar Belezas Perigosas

Março foi, no geral, um mês de boas leituras. Terminei de ler a saga Os Heróis do Olimpo, que gostei muito MESMO (Rick Riordan nunca decepciona). Depois, para um trabalho da faculdade, li Laços de Família. Não gostei muito, Clarice pode ser um escritora fabulosa mas este livro não é sua obra prima. Logo depois li Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo e Passarinho, dois livros emocionantes, maravilhosos, com personagens de etnias e sexualidades variadas. AEDDOSDU tem temática LGBT e é um livro mega emocionante, enquanto Passarinho fala sobre luto e sobre religião. Ótimos livros.

Whisper não me agradou muito. Até tinha uma história interessante, mas a autora não soube explorar todo o seu potencial. Não é um livro ruim, mas não é exatamente bom. Em seguida eu reli Poderosa, um livro fantástico que eu ainda acho que deveria virar seriado (eu assistiria, muito). Depois li Garota Exemplar, um livro forte e excelente, com uma trama intrincada e que me deixou de queixo caído. Por último, mas não menos importante, finalmente comecei a ler a trilogia Gemma Doyle, que começa com Belezas Perigosas. O livro é bom demais e já comecei a ler Anjos Rebeldes, que é melhor ainda <3

Essas foram minhas leituras, galera! Espero que tenham gostado =D

Beijos e até o próximo post! ;)

Vá com alegria ;)

quarta-feira, 18 de março de 2015

A Onda


A Onda - Poster / Capa / Cartaz - Oficial 1Título: A Onda
Título original: Die Welle
Tempo de duração: 107min
Direção: Dennis Gansel
Roteiro: Dennis Gansel
Gênero: Drama, musical
É bom? ★★★★★
Sinopse: Rainer Wenger, professor de ensino médio, deve ensinar seus alunos sobre autocracia. Devido ao desinteresse deles, propõe um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e do poder. Wegner se denomina o líder daquele grupo, escolhe o lema “força pela disciplina” e dá ao movimento o nome de A Onda. Em pouco tempo, os alunos começam a propagar o poder da unidade e ameaçar os outros. Quando o jogo fica sério, Wegner decide interrompê-lo. Mas é tarde demais, e A Onda já saiu de seu controle. Baseado em uma história real ocorrida na Califórnia em 1967.


Okay, uma pequena introdução ao tema: acredito que todo mundo esteja pelo menos um pouco familiarizado com a Segunda Guerra mundial. Basicamente, Hitler, o líder do partido Nazista, acreditava que os judeus e outras minorias deveriam ser extintos, e assim ele acabou matando muita gente e criando conflitos internacionais por causa disso. O que algumas pessoas não estão ciente é que havia muitos civis que apoiavam Hitler. E quando digo civis, me refiro a pessoas como eu e você: pessoas comuns, trabalhadoras, etc.

Como Hitler conseguia ter apoiadores no meio do povo, se era óbvio que ele era uma pessoa ruim? Basicamente, Hitler fazia com que as pessoas que o apoiavam se vissem como a elite, os melhores, superiores aos demais. Ele impunha suas regras e fazia as pessoas pensarem que aquilo seria ótimo na vida delas. Um alienação misturada com fascismo e pronto: temos uma ditadura.

O professor Anke Wenger
O filme A Onda conta a história do professor Reiner Wenger, que lecionou um curso de uma semana sobre autocracia. Quando pergunta aos seus alunos se ainda é possível que uma ditadura ocorra na Alemanha contemporânea, os alunos dizem que os alemães aprenderam sua lição e nunca irão acabar com a democracia e a liberdade novamente.

Movido por esta resposta, o professor aplica um experimento social com a duração de cinco dias. No primeiro dia, o professor coloca algumas regras para os seus alunos, como por exemplo: eles tem que ficar sentados eretos nas carteiras, com os dois pés no chão e virados para a frente; não podem falar ou perguntar nada a não ser que tenham permissão e, mesmo com permissão, devem ser respeitosos, diretos e ficar de pé para falar; etc.

Mesmo os alunos mais rebeldes começam a aderir às regras do professor. Logo todos estão usando uma camisa branca como uniforme, chamam o professor de Anke Wenger (Sr. Wegner) e até mesmo de líder. É então que o professor dá um nome ao movimento - A Onda - e cria um gesto para seus membros: o movimento de uma onda sob o peito.

Adeptos do movimento A Onda confrontado não-membros.
Conforme os dias passam, as coisas começam a sair do controle do professor. Os alunos dessa classe, denominada A Onda, começam a usar o uniforme da turma fora da escola, picham a cidade com o símbolo do movimento e começam a impor suas idéias para outros alunos e pessoas de fora da escola.

Quando o movimento se torna violento o professor finalmente decide parar, mas os alunos não parecem dispostos a abandonar a ideologia d’A Onda. Isso leva a um final surpreendente e cheio de significado histórico e cultural. O filme é o relato da influencia de um professor sob seus alunos, e como isso pode se tornar algo perigoso.

Na verdade, eu assisti esse filme para a faculdade. Estou no primeiro semestre em Letras e a professora decidiu nos mostrar esse filme mais com o objetivo de mostrar o poder de influencia que o professor tem nos alunos. Um discurso bem realizado é capaz de influenciar os alunos tanto para o bem quanto para o mal. Muitas vezes, os alunos nem sabem direito o que estão fazendo. Quando eu assisti o filme na faculdade, a pesar de ter adorado, eu pensei que a história era um pouco exagerada. Na minha visão, os alunos iam perceber que eram marionetes do professor. Fiquei muito chocada quando descobri que era uma história real, que aconteceu na Califórnia, em 1967. Se quiser ler sobre o acontecimento real, clique aqui. É um artigo bem curto e super interessante da Wikipédia.

É isso por hoje, espero que tenham gostado. O filme é muito bom e é fácil de encontrar em qualquer locadora ou para baixar na internet.

Beijos e até mais õ/

domingo, 15 de março de 2015

Recomendando livros pelas cores das lombadas =D


Olá, galerinha linda e maravilhosa!

Hoje vim aqui com uma ideia que eu adaptei de várias fotos que eu vi no instagram ultimamente. O pessoal tira fotos de livros formando arco-íris com as lombadas, ou tira fotos de vários livros com a cor x de lombada, e eu decidi fazer um post recomendando três livros com cada cor possível de lombada... Quantas lombadas '-'

Espero que curtam =D



Começo com a cor branca! Foi bem fácil escolher três livros nessas cores, já que não tenho muitos livros com lombada branca. Capitães da Areia foi o primeiro livro que eu li em 2015 e o melhor livro clássico que eu já li. É ótimo, é lindo, é real. Super recomendo para todas as pessoas. A menina que não sabia ler é um livro que, quando eu peguei para a primeira vez, achei que seria sobre superação ou alguma coisa do tipo. O livro se revelou um suspense aterrorizante. Eu li ele em um dia e tive pesadelos com a história quando dormi. Não estou brincando. O livro é ótimo. Já O Mapa do Tempo é um dos MAIS INCRÍVEIS E FASCINANTES livros de ficção científica misturada com romance de época. É um livro sobre viajem no tempo, amor e MUITA dor de cabeça e tretas. Recomendo fortemente.



Ao contrário do que foi com a cor branca, escolher livros com a lombada preta foi um verdadeiro desafio. A maior parte dos meus livros tem lombada desta cor, mas decidi recomendar alguns livros menos conhecidos.

Começo com As Miniaturas, um livro nacional que explora o mundo dos sonhos e a vida cotidiana de uma mãe solteira e seu filho adolescente. Eu fui numa palestra da autora sobre o livro e me apaixonei. Não é um livro fácil de encontrar, mas a leitura é maravilhosa e, como o livro é curtinho, dá para ler em um único dia. Puros é uma distopia ousada, um pouco difícil de ler. Se passa num futuro após um ataque nuclear, onde a maior parte dos seres humanos sofreu mutações (não são poderes, são mutações tipo... acoplar uma boneca no braço - pois a personagem estava segurando a boneca na hora do ataque - e outras coisas mais bizarras ainda). É um livro forte, assustador, mas a história é linda. Recomendo demais. Já Não Brinque com Fogo é um romance policial de um autor que ficou famoso com Eu sei que que você está pensando. Este livro é o terceiro da saga do detetive e, na minha opinião, o melhor. Só lendo para entender.



Escolher livros com lombada cinza foi fácil, foi só pegar vários tons diferentes (entendeu a piadinha? Hehe :B). Começando com Legend: foi um livro que li há mais de um ano e reli esse ano. É o primeiro de uma trilogia distópica SIMPLESMENTE MARAVILHOSA! É um livro sobre desigualdade social e sobre justiça, e não tem como ser melhor. Recomendo demais. A Invenção de Hugo Cabret é um livro ENORME, mas só por que ele é totalmente ilustrado. Sim, dá para ler este livro em  um único dia. Conta a história do Hugo, um menino pobre e sem teto, que descobre uma paixão por máquinas e, mais tarde, pelo cinema. É um livro emocionante e o filme é lindo demais. Já Binno OXZ e o Clã de Prata é um livro que li faz um três anos. É um livro MARAVILHOSO, meio fantasia urbana e meio cyberpunk, e é NACIONAL! No entanto, não tem nem sinal da continuação faz tempo. Queria muito saber o que acontece com Binno :c



Azul é a minha cor favorita e eu senti que precisava falar só dos melhores livros com lombadas dessa cor. Will & Will dispensa introduções. Foi escrito pelo John Green e pelo David Levithan e é FABULOSO! É uma história cheia de representatividade, cheia de emoção, energia e valores. Um dos melhores livros que já li. O Salmão da Dúvida é um autobriografia ou algo assim do Douglas Adams. É um livro póstumo que reúne contos, crônicas e fragmentos de livros inacabados e acabados dele, algumas entrevistas, introduções que ele fez para outros livros e até mesmo contos e crônicas publicados em jornais e revistas. É um livro hilário e emocionante. Quando Tudo Volta é um livro literalmente cheio de reviravoltas, a cada página que você lê você fica tipo: GENTE O QUE FOI QUE EU ACABEI DE LER?? E o final? PERFEITO!



Eu, a princípio, pensei que fazer uma categoria específica só para o azul/verde turquesa seria desnecessário. Mas desisti de querer juntar tudo e separei mesmo. O primeiro livro de lombada turquesa que recomendo é Garotas de Vidro. É um livro pesado, triste, cruel, maligno. Fala sobre depressão e distúrbios alimentares. É um livro importante, é um livro poderoso e, acima de tudo, é um livro real. Mas eu não recomendo ele para uma pessoa que tenha algum problema na vida no momento. Ele é mesmo chocante.

Recomendo também Invisível, que é um livro meio drama adolescente e meio ficção científica. É uma história complicada de ser definida sem dar spoilers, mas você pode ler minha resenha para este livro clicando aqui. O Preço de Uma Lição é um livro nacional super fofo, é uma história de amor complicada e bonita, e eu realmente adoro este livro. É bem leve e, mesmo sendo grandinho, dá para ler em poucos dias.



Confesso que fiquei até meio surpresa com o número de livros legais de lombada marrom que eu tenho. Fios de Prata é um livro fantástico nacional puxado para mitologia grega e ao lirismo. O Diário da Mariposa... não consigo falar desse livro sem falar absurdamente muito, então recomendo a leitura da minha resenha sobre ele. A Corrida de Escorpião foi um livro ÓTIMO que eu troquei pelo plus. É uma história fantástica meio difícil de definir. Faz tanto tempo que li este livro... preciso ler de novo. Só sei que recomendo fortemente.



Surpreendentemente, eu tenho vários livros com a lombada amarela ‘-‘

Escolhi A Revolução dos Bichos pois é um livro clássico do mesmo autor de 1984 (livro ótimo, também) que conta como um sistema fascista surge em meio a uma fazenda de animais. Sério, se você não quer o ler o livro depois dessa frase, não há muito o que eu possa fazer por você. O Começo de Tudo é um livro muito legal, seguindo um pouco a linha de Cidades de Papel e de As Vantagens de ser Invisível. É um livro adolescente fofo, realmente gostei, mesmo não tendo nada de especial. O Diabo dos Números é um livro infantil alemão sobre matemática que é SUPER LINDO! Tem umas ilustrações super bonitas, fala de matemática básica e não tão básica e é ótimo para dar a uma criança que está aprendendo. Recomendo.



Escolher três livros com lombada verde foi fácil, pois eu curiosamente só tenho 4 assim, e recomendar Harry Potter não existe (duh).

Insurgente é o segundo livro da trilogia Divergente e é um livro que IRÁ DERRUBAR O SEU FORNINHO COM FORÇA E ÓDIO. O livro é uma surpresa atrás da outra, cheio de reviravoltas e lutas e momentos chocantes. É um livro muito bom. Louco aos Poucos é um livro simplesmente hilário, que conta a história de um garoto que descobre que está com a doença da vaca louca e que está à beira da morte. Ele então parte numa jornada maluca atrás da suposta cura, onde só acontecem tretas. Por último, Lugar Nenhum foi o primeiro livro que eu li de Neil Gaiman e achei a história genial. É um livro fantástico diferente e, a pesar de ser meio lírico, eu gostei bastante.



Decidi falar de três livros de lombada anil pois azul não é anil, e livros de lombada anil são gente livros também!

Sombras é o primeiro livro da Trilogia das Sombras, e é um livro super bonito! Digo, fisicamente e metaforicamente falando. A edição da Rocco é meio carinha mesmo, mas é linda, sério, adoro a capa do livro. É um romance sobrenatural que foge do clichê e é bem puxado para o lado gótico. Eu curti muito a trilogia. Bela Maldade é um livro que li faz uns três anos e estou precisando reler. É um livro bem fácil de ler, curtinho, mas ele é pesado: fala de amizades abusivas e de luto. Eu gostei muito do livro na época em que o li e espero ler de novo e gostar dele novamente =D

O Xangô de Baker Street é uma sátira do Jô Soares em que o detetive Sherlock Holmes (sou muito fã de Sherlock) vem para o Brasil solucionar uns crimes e acaba se envolvendo com feijoada, candomblé, calor infernal e outras coisas extremamente brasileiras. O livro é ótimo!



Acredite ou não, eu só tinha dois livros com lombada rosa da estante, então fui obrigada a pegar um livro com um pedaço apenas da lombada rosa como o terceiro. É a vida.

Não sou muito fã de chick-lits, mas Dizem por Aí é um livro bem interessante. Ele fala sobre uma garota que se muda para recomeçar a vida após um término de namoro. O livro é bem legal, tem umas reviravoltas bem inesperadas e eu gostei bastante de ler. A Noiva do Tigre é um livro super desconhecido e PERFEITO. Fala sobre uma garota chamada Natalia cujo avô morreu e deixou ela com muitas saudades. Enquanto ela está como médica voluntária ela vai vendo vários mitos que seu avô lhe contava se revelando verdadeiros. É um ótimo livro. A Marca de Atena é o terceiro livro da série Os Heróis do Olimpo é um livro MUITO BOM! Mas é do tio Rick, dispensa comentários.



Também foi fácil escolher três livros de lombada vermelha. Primeiro escolhi Deslembrança, um livro que fez sucesso quando foi lançado há uns dois anos atrás. Conta a história de uma menina que não se lembra de seu passado, mas pode ver o futuro. É muito legal e dá pra ler em um dia. Serena é um livro intenso e emocionante sobre uma mulher que queria ser igual socialmente a um homem (com os mesmos direitos, sabe, o que devia acontecer mas não acontece) e que vai para a faculdade e vive uma vida em busca de se encontrar em algum lugar. Lua Vermelha é um livro sobrenatural sobre lobisomens que, a princípio, é um pouco confuso, mas se revela interessante e até assustador conforme se lê. Eu queria ler de novo, pois o livro é muito bom, mas estou sem tempo para releituras ultimamente :/



Foi bem difícil escolher três livros de lombada laranja, mas acho que eu escolhi bem.

Cavalos Partidos é um livro biográfico, que a autora escreveu inspirada na história de vida de sua avó. A avô da autora era uma feminista convicta, professora dedicada, uma mulher cheia de defeitos e qualidades cuja vida é uma verdadeira lição. Eu amei esse livro e ele só me encorajou mais ainda a ser professora =D

Artemis Fowl – O Último Guardião é o oitavo e último livro da série Artemis Fowl. Eu li o livro no ano passado e amei o final da saga, e olha que eu acompanho as aventuras de Artemis há uns 3 ou 4 anos. Acho essa série maravilhosa, todas as pessoas do universo deviam ler esses livros <3

A Sombra da Serpente é o último livro da trilogia As Crônicas dos Kane, do autor de Percy Jackson, mas sobre os deuses egípcios. Se eu fosse escolher meus livros favoritos do tio Rick, colocaria assim:

1º lugar: Os Heróis do Olimpo

2º lugar: As Crônicas dos Kane

3º lugar: Percy Jackson e os Olimpianos

Eu amo PJO, mas sério, ACK é infinitamente melhor. É uma saga super divertida e emocionante, e eu que não conhecia nada sobre mitologia egípcia passei a adorar esse novo mundo *~*



Eu fiquei surpresa pela falta de livros de lombada roxa na minha estante ‘-‘ sério, tem muito livro e capa roxa, mas pouco de lombada roxa. Enfim. Escolhi O Juramento de Dragon que, a pesar de não ser um dos meus livros preferidos, faz parte da saga House of Night, que foi a primeira que eu li, há seis anos, e me fez começar minha coleção de livros. Eu recomendo demais essa série, pois tem muita representatividade e personagens interessantes, sem contar uma história de tirar o fôlego <3

Dezesseis Luas é um livro maravilhoso, mas o filme é horrível. Se você assistiu o filme, esqueça tudo o que pensa sobre ele e leia o livro como se fosse uma história completamente diferente (pois é mesmo). É um livro sobrenatural épico, com uma história linda e um universo fantástico dos melhores já criados. Por último, mas não menos importante, recomendo Eu Sou Ozzy, a autobiografia de Ozzy Osbourne. Ozzy é uma persona muito diferente e eu gostei muito de conhecer a vida dele. No fim das contas, ele é uma pessoa como todos nós, com suas peculiaridades e defeitos, e eu gostei de ter lido um livro que comprova isso =D

É isso por hoje, galerinha! Espero que tenham curtido o post, pois eu adorei fazê-lo. Só de escrever essas recomendações eu já fiquei com vontade de reler todos esses livros. Espero que cheguem a ler alguns dos livros que citei aqui.

E então, já leu algum dos livros que indiquei? O que achou? Ficou curioso por algum? Comente =D

Beijos e até o próximo post :*

terça-feira, 10 de março de 2015

La Caixita #37


Oi, criançada marota! Como estão?

Faz mais de um mês (!) que eu não posto uma La Caixita. Tenho comprado/trocado poucos livros ultimamente, o que tem sido ótimo, pois estou tendo mais tempo para ler meus livros queridos e maravilhosos que estavam encalhados. Vamos ver o que chegou!


Eu queria muito ler Cartas de Amor aos Mortos, pois a premissa parecia interessante e, é claro, uma recomendação do autor de As Vantagens de ser Invisível sempre ajuda. Troquei o livro por um crédito no skoob plus e quebrei a cara violentamente, pois não curti nada o livro. Sei lá, não funcionou. A história era muito tonta para mim. Já até troquei de novo lol 

Eleanor & Park era um livro que eu queria MUITO ler. Tinha expectativas super altas. Troquei ele no livro x livro no skoob e, a princípio, eu senti raiva. Estava achando o livro chato e idiota e estava com raiva de ter caído no conto da capa bonita. Mas depois de umas 60 páginas a história DECOLOU LOUCAMENTE e eu terminei de ler o livro com um sorriso no rosto. Adorei a leitura *-*

Você pode ler minha resenha para Eleanor & Park clicando aqui.


Aristóteles e Dante é outro livro que sou louca para ler, e consegui trocar no plus. Espero que tenha valido os dois créditos que gastei nele. O livro tem temática gay e parece ser emocionante, acho que vou gostar. E, sério, que capa maravilhosa!

Garota Exemplar é um livro que, no seu lançamento, eu não tive curiosidade. Eu sabia que era um suspense, mas sei lá, nunca senti vontade de ler. Mas depois de ver gente super elogiando o livro e o filme eu pensei: por que não? Eu tinha dois créditos sobrando no skoob plus e solicitei. Espero gostar do livro =D


Eu comecei a cursar Letras agora, em fevereiro de 2015, e já estou com um livro clássico para ler. O livro é Madame Bovary, que eu consegui emprestado. Já tinha ouvido falar, mas nunca tive a curiosidade de ler. O livro é bonito e super bem acabado, espero que seja bom. Será uma das minhas próximas leituras.

Passarinho é um livro que eu vi no Nem um Pouco Épico. Li a resenha dele e GENTE, eu senti que precisava muito ler! Troquei também pelo plus, por um crédito. O skoob devia me dar créditos grátis de tanta propaganda que faço para eles, haha XD 

Mas sério, super recomendo o sistema de trocas do plus. É ótimo, gente, dá pra conseguir qualquer livro que você quer e, de quebra, você ainda se livra daquele teu livro (ba dum tss) encalhado. Tem coisa melhor? I don't think so.

Enfim galera, é isso por hoje! Foram poucos livros mas foram de coração <3 Lembrando que a estréia de Insurgente tá quase chegando! ESTOU MEGA ANSIOSA! Vou deixar o trailer aqui para matar vocês de curiosidade ;)

Beijos e até a próxima õ/