sábado, 16 de novembro de 2013

Arco-íris literário

Olá pessoas! 
Então, eu percebi que o blog estava com muitos posts de resenhas. Não que eu não goste de escrever as resenhas, e os posts de resenhas sempre tem muitas visualizações, mas é bom variar de vez em quando, certo?
Eu vi esse meme em vários blogs e decidi fazer também. Você escolhe sete livros da sua estante cujas lombadas sejam das sete cores do arco íris. Vamos ao que interessa!


Para a cor vermelha eu escolhi Cidades de Papel. Não tenho muitos livros com lombadas vermelhas, a maior parte é vinho ou só parcialmente vermelha. Escolhi essa por que era a que mais se aproximava. Além de que o livro é perfeito <3


Tenho vários livros da cor Laranja, mas escolhi O Vendedor de Armas pois é um livro que pouca gente conhece. Foi escrito pelo ator que faz o House na série House, muito antes de ele ser o House. Eu achei o livro muito legal, mas é bem brizado.


Eu só tenho dois livros com lombada amarela, então foi como escolher um filho preferido. Escolhi Morte Súbita pelo fato de que o outro livro, O Diabo dos Números, está com a lombada bem estragadinha. Desculpa, filho :c


Olha, eu tenho vários livros verdes, alguns mais verdes do que Insurgente, mas como meu amor pela trilogia Divergente é incondicional, escolhi este. Aliás, vocês já viram o trailer oficial do filme?


O Céu Está em Todo Lugar é um dos livros mais bonitos que tenho, tanto pelo conteúdo como fisicamente. A capa é dura, o interior é todo trabalhado, tem várias ilustrações, e as letras, ao invés de serem pretas, são índigo! A história é maravilhosa também <3


Anil foi complicado, não tenho muitos livros nessa cor. Decidi por Bela Maldade, que é anil, afinal, e tem a lombada mais simples, sem um monte de desenhos ou sei lá, diferente dos outros livros com lombada Quase Anil.


Por último, mas não menos importante, escolhi O Juramento de Dragon para ser a lombada violeta! Eu tenho vários livros com lombada violeta (vi gente reclamando que era uma cor difícil), mas escolhi este livro pelos velhos tempos. Ele é o primeiro spin-off de The House of Night e SIM, você tem que ler pelo menos até o oitavo livro da série normal para entender/não ser bombardeado com spoilers ao ler este livro. Aliás, Marcada, o primeiro livro da série, foi o primeiro livro da minha coleção =D


Todos os livros juntinhos! Não ficou um arco-íris perfeito? <3
Quem quiser fazer esse meme fique à vontade. Na verdade achei um dos memes mais legais que já fiz. Espero que tenham gostado ^.^

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Legend, de Marie Lu

LegendAutora: Marie Lu
Título Original: Legend
Editora: Prumo
É bom?: ★★
Páginas: 256
Sinopse: 
Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C., na atual República da América, conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda. O que outrora foi o oeste dos Estados Unidos é agora o lar da República, uma nação eternamente em guerra com seus vizinhos. Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim. 


"Uma pessoa apavorada é uma pessoa morta"

Legend é um livro único. É uma distopia, é um romance, mas não se parece muito com as distopias e os romances por aí.


Ele é narrado pelo ponto de vista de duas pessoas: Day, um garoto lindo de longos cabelos loiros (eu tenho uma coisa por homens de cabelo comprido), que vive nas ruas e é o criminoso mais procurado da república. Mais PROCURADO, não o mais PERIGOSO; e June, a garota prodígio, que tem os genes e a mentalidade do soldado perfeito, que não questiona e faz tudo pela República. Mas ela ainda está em treinamento.



Os pais de June morreram devido a um acidente de carro e ela vive com o irmão mais velho, Metias, que é um soldado que serve a República. No entanto, Metias é assassinado, tudo indica que o assassino é Day, e June quer vingança. Ela fará de tudo para encontrar Day e levá-lo para o corredor da morte.

June Iparis (tem fanarts lindas desse livro pelas internets)



"- Você é completamente pirado. Preste atenção no que digo, pra valer. Certo? Não é pra revidar. Nunca! Prefiro morrer a ver esse pessoal machucar você. Compreende?"



June se disfarça e vai para as favelas procurar o famoso criminoso quando se mete numa briga de rua. Ela é salva por um rapaz e uma garota - Tessa e Day, não que ela saiba - e os dois desconhecidos cuidam dela sem pedir nada em troca. Mas, depois de algum tempo ao lado deles, o instinto de soldado treinado de June lateja: o garoto tem que ser Day.



Mas - surpresa! - Day não é tão ruim quanto aparenta. Na verdade, todos os seus crimes foram em favor de pessoas pobres, nunca houveram assassinatos antes de Metias e, o mais importante, ele nunca fez nada mais grave do que roubar dinheiro para sobreviver. Então será que June está certa em mandar Day de encontro à justiça? Será que essa justiça está certa?

Day (pra mim, ficou perfeito, idêntico ao personagem!)
Eu achei Legend um livro bom, mas não tão bom assim. Os protagonistas, mesmo interessantes, tem suas falhas. Na verdade, achei a construção de Day muito mais profunda e interessante que a de June. Day tem uma história longa, sempre foi pobre, foi reprovado e deixado para morrer, seu irmão mais novo está morrendo por causa de uma doença maluca que tem tomado a vida de metade da cidade e é muito sentimental, fazendo de tudo para ajudar quem precisa. Já June é cega, só vê o que foi mostrado a ela, nunca faz perguntas, parece um robô. Sei que faz parte da personalidade dela, mas não gostei muito das partes narradas por ela. 



O mistério que ronda o livro é interessante, desde a parte de onde está Day, o que vai acontecer com ele, a doença em si e todas as mentiras em que a República está envolta. Pena que nem tudo - ou quase nada, para ser mais exata - foi revelado. Mas isso não é um problema, já que pretendo ler a continuação =D



"Por que cada dia significa novas 24 horas. Cada dia quer dizer que tudo é possível de novo. Você pode aproveitar cada instante, pode morrer em cada instante, e tudo se resume a um dia após o outro".


A sequência, Prodigy, já foi publicada no Brasil. Só que eu sou pobre e ainda não comprei ;P
O terceiro e último livro, Champion, saiu recentemente nos EUA e em breve deve chegar ao Brasil. Parece também que o livro vai virar filme õ/ Só espero que eles não me coloquem um ator de CABELO CURTO pra fazer o Day. Seria desgosto demais.

Legend Prodigy Champion

Qual capa vocês gostam mais? Já leram o livro? Pretendem ler? Me contem õ/

sábado, 9 de novembro de 2013

Tipo Destino, de Susane Colasanti

Tipo DestinoAutora: Susane Colasanti
Título Original: Something like fate
Editora: Novo Conceito
É bom?: ★★★★
Páginas: 288
Sinopse: 
Lani e Erin são melhores amigas, embora não tenham muito a ver uma com a outra. Lani é uma taurina tranquila e Erin é a impetuosa leonina. Uma adora Astrologia (e outras artes adivinhatórias também) e ficar em casa; a outra gosta de pessoas e baladas. Suas preferências — incluindo pizzas e meninos — são bastante diferentes, ou eram, até que Erin começou a namorar Jason… Assim que Lani conheceu o namorado de Erin, sentiu uma enorme conexão com ele. Uma sensação de que já se conheciam a vida toda. E, apesar de acreditar que ele sentia o mesmo, ela sempre soube que Jason estava fora de cogitação, afinal, ele era quem ele era! Ela decidiu ignorar seus sentimentos. Não importava o quanto quisesse ficar perto de Jason, nada a demoveria da ideia de se manter distante dele. Então, Erin viajou durante todo o verão…


Assim como o primeiro livro que li de Susane Colasanti, Bem Mais Perto, Tipo Destino não tem nada demais. É apenas um drama adolescente bobo e típico. Mas, gente, por mais que geralmente eu tenha até reação alérgica quando chego perto de um livro desses, eu não consigo deixar de gostar dos livros da Susane Colasanti.

Tipo Destino conta a história de Lani, uma garota que, como todo mundo, tem uma melhor amiga. Erin é popular, divertida e tem muitos amigos. E, no passado, esteve envolvida num acontecimento que transformou as duas em "irmãs de alma". Além de Erin, Lani tem alguns outros amigos, como Blake, um rapaz simpático que ainda não saiu do armário publicamente, que a propósito é meu personagem favorito do livro.

Eis que, num belo dia, Erin surge com um namorado novo, Jason. Desde o começo o garoto parece ter alguma espécie de atração por Lani, e Blake insiste em dizer que eles foram feitos um para o outro. Lani, por outro lado, tem medo dessa ideia, pois não quer roubar o namorado da melhor amiga. Mas, com o tempo, é inevitável reparar nas coisas que os unem. Erin quer muito que Lani e Jason passem um tempo juntos, para que ele possa falar coisas legais sobre ela para Lani, mas esse tempo que supostamente devia incrementar algo à relação de Jason e Erin se transforma em Jason e Lani se apaixonando. 


Por causa de toda a fixação de Lani por astrologia, não consegui deixar de pensar nos trolls de Homestuck. Cada um segue um signo do zodíaco. O meu signo é Aries, qual o seu? Diga nos comentários =D
A escrita da Susane é muito divertida e te prende muito. Eu tenho 16 anos e a maior parte dos livros que leio tem personagens com uma idade próxima ou igual à minha. Mas o que muito me incomoda na maior parte do tempo é que os livros são escritos por autores mais velhos que não conseguem passar a ideia de adolescente. Digo, não que eu queria um livro povoado de gírias e palavrões, mas acho que a narrativa mais simples, ou melhor, que simplesmente não pareça um quarentão que encarnou no corpo de uma menina de 15 anos, seria agravável para o público alvo. Susane tem a voz perfeita de adolescente, talvez por que tenha trabalhado ao lado deles por muito tempo como professora, talvez por não ser muito velha.

Agora o motivo das três estrelas é bem simples: a história tem furos. Tipo, tudo bem essa fixação louca de Lani por astrologia, isso é normal e tenho amigas que são assim, mas acho que todo mundo consegue encontrar umas dez coisas em comum com qualquer pessoa, e isso não faz de ninguém nossa alma gêmea. Mas parece que o fato de Jason gostar das mesmas coisas - mesmo que coisas estranhas - que Lani o transforma no amor da vida dela. Achei um absu. (Sim, isso é uma piada envolvendo um trecho do livro).
No geral, o livro é legal e eu realmente gostei. Mas não passa de uma história bem bobinha de amor adolescente. Recomendo para quem gosta do gênero. 


Livros da autora já publicados no Brasil:

Bem Mais PertoEsperando por Você Tipo Destino

Livros da autora publicados nos EUA:

All I Need When It Happens Keep Holding On Take Me There

E você,  já leu algum livro da Susane? Pretende ler? E não esqueça de dizer seu signo! õ/

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

La Caixita #27


Oi pessoas, como vão?
A última La Caixita foi há exatamente 29 dias atrás e fico feliz que tão pouca coisa tenha chegado em tanto tempo! Antigamente era uma La Caixita a cada duas semanas com 15 livros! Ah, mudanças...
Enfim, tenho diminuído muito o número de livros para ler. Ainda tenho muitos, mas fico feliz por estar conseguindo tirar o atraso. Mas vamos ver o que chegou?


O primeiro livro que chegou foi A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak. Já li o livro há uns dois anos, mas ainda não o tinha. Troquei ele no skoob e fiquei muito feliz por que, além de ter vindo com uma embalagem super linda e vários marcadores maravilhosos, o livro veio novo em folha! Espero poder reler logo ><
Aliás, este é um dos meus dez livros preferidos, e vai sair um filme dele logo, logo! Para ver o trailer, clique aqui.


Hoje de tarde esses três livros lindos da Novo Conceito chegaram! Seis Coisas Impossíveis é um livro do gênero lad-lit, então estou ansiosa para ler. Esc@ndalo, por ter sido inspirado na experiência do filho da autora, me parece muito interessante. E Esconda-se será o terceiro livro que leio da Lisa Gardner, e estou animada por que adoro os livros dessa autora! Esses três livros são minhas próximas leituras.


Você se lembra da La Caixita #26, na qual eu disse que meu professor divoso (ele gostou do adjetivo) tinha me emprestado A Batalha do Apocalipse? Então, ele decidiu me dar o livro de presente õ/ Obrigado, teacher *O*
Já li o livro e gostei MUITO do final. Recomendo o livro fortemente =D


Então gente, foi isso que recebi nesse mês! Gostaram? Já leram algum dos livros? Ficaram curiosos para ler algum? Comentem õ/


quarta-feira, 6 de novembro de 2013

A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra, de Robin Sloan

A Livraria 24 horas do Mr. PenumbraAutor: Robin Sloan
Título Original: Mr. Penumbra's 24-hour Bookstore
Editora: Novo Conceito
É bom?: 
★★★★
Páginas: 288

Sinopse: 
A recessão econômica obriga Clay Jannon, um web-designer desempregado, a aceitar trabalho em uma livraria 24 horas. A livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo. Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros a que Clay Jannon foi proibido de ler. Mas Jannon é curioso…





A melhor palavra para descrever o livro A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra é "peculiar". Não num mau sentido, mas no melhor possível. Desde seu plot, totalmente novo e diferente, até cada um de seus personagens.

A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra conta a história de Clay, um homem que não é nem jovem nem velho, cuja carreira como designer tem despencado cada vez mais rápido rumo ao desemprego. Um Clay desempregado sai em busca de um trabalho quando encontra um anúncio simples: precisa-se de um atendente para o turno da noite numa livraria. Nenhuma experiência é necessária. Parece a oportunidade perfeita.

Assim Clay é o mais novo atendente da Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra. No entanto não demora muito para Clay começar a se indagar a respeito da loja: por que estar aberta 24 horas por dia se, pelo menos durante a noite, nenhuma alma viva visita o lugar? Por que, quando alguém por milagre entra na loja, Clay tem que anotar num caderninho todos os aspectos físicos da pessoa, como a roupa e até o penteado que estava usando? Por que há uma prateleira com livros velhos (o Arquivo Pré-Histórico) que ele não tem permissão para ler? Por que só umas pessoas velhas com aparência peculiar vem ALUGAR, e não COMPRAR os livros daquelas prateleiras, justo de madrugada? O que há de tão estranho no dono da loja, o esbelto e rústico Mr. Penumbra?



O símbolo da livraria, que é muito importante na história :3
Essas são as perguntas que dançam na cabeça de Clay enquanto ele constrói uma versão virtual da biblioteca. Nesse meio tempo ele se lembra de sua série favorita de livros, As Crônicas da Balada do Dragão, lembra-se de seu melhor amigo do colégio, agora o rico dono de uma empresa cuja especialidade é projetar seios virtuais para jogos de video-game, Neel; e, mais importante, conhece a jovem garota maluca que trabalha no Google, Kat Potente.

No meio de tantas lembranças, desejos de sucesso e um amor platônico por Kat, Clay acaba descobrindo algo perturbador graças à sua Livraria virtual. E então sua vida muda completamente, unindo os livros e conhecimentos mais antigos do mundo à sofisticada tecnologia que apenas o Google tem a oferecer.




Mais do que uma aventura fantástica insanamente real, A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra mostra que todas as mudanças e aperfeiçoamentos vem para o bem, não para o mal. Os livros serão substituídos pelos e-books? Eventualmente. Os livros serão esquecidos? Jamais.

Robin Sloan e sua obra desaparecerão, um dia, como tudo. Se eu vou me esquecer desta história enquanto viver? Certamente que não. Pegue seu exemplar, arranje um bom assento e não se esqueça: tudo acontece por um motivo.

  

Então, já leu esta obra-prima? Pretende ler? Qual capa você mais gosta? Comente :3
Festina Lente!