sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Desafio de Leitura 2015 - Outubro


Olá, seus lindos!

Sim, chegou aquele dia lindo e maravilhoso do mês onde falo sobre os livros que eu li, de forma breve, mas que toca profundamente vossos coraçõeszinhos <3

Como vocês devem saber, eu completei todos os itens do Desafio de Leitura 2015 no mês de AGOSTO, e se você quiser ver quais eram os desafios e que livros li para cumpri-los, clique aqui. Como grande parte da graça do post do Desafio era atualizar vocês das leituras que realizei no mês, decidi continuar comentando sobre os livros lidos, mesmo sem ter mais itens para cumprir. Vamos aos livros! ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Coração Ardente Sombras Prateadas  O Círculo Rubi
 A Faca Sutil A Velocidade da Luz Marina

No mês de outubro eu li nada mais, nada menos do que 6 (seis) livros, o que foi uma surpresa, pois, do jeito que eu estudei igual camela para as provas da faculdade, nem imaginaria ser possível ler tudo isso. Claro que todos os livros eram curtos, a maior parte com cerca de 300 páginas ou menos, maaaaas ainda assim valem u.u

Eu terminei de ler a saga Bloodlines e MEU CORAÇÃO NÃO ESTAVA PREPARADO PARA TUDO AQUILO. Li Coração  Ardente, o meu favorito da série, que me fez pensar muito sobre meus problemas psicológicos. Me inspirei muito no Adrian, e tem uma conversa em específico que ele teve com o psiquiatra dele que eu me senti no lugar do Adrian, completamente assustada, mas procurando ficar melhor pelas pessoas que amo. Sombras Prateadas foi um livro espetacular, com um final incrível, e eu quero que essa saga vire filme ou seriado só pra ver o final desse livro ser gravado, por que nossa, eu PRECISO ver aquela cena final num filme ou seriado. Li também O Círculo Rubi, que fecha a saga, e fico feliz de dizer que a Richelle conseguiu fechar todos os arcos que tinha aberto, e deixou pontas soltas apenas o suficiente para que possamos ficar ansiosos pelos demais livros nesse universo.

Logo em seguida, ainda com vontade de ler algo do universo fantástico, decidi me aventurar em A Faca Sutil, continuação de  A Bússola de Ouro. O livro foi simplesmente espetacular, e eu fiquei abismada de saber que esse livro fala sobre física, teologia, filosofia e muitas outras questões complicadíssimas e ainda consegue ser um livro de fantasia divertido para crianças. Adorei o segundo volume da trilogia e mal posso esperar para começar o terceiro, A Luneta Âmbar.

Depois, li A Velocidade da Luz, livro recomendando pelo meu querido amigo abençoado por Madonna, Gabriel <3 O livro é ESPETACULAR, mas como eu escrevi uma resenha sobre ele que pretendo postar em breve, não vou me alongar muito nesse parágrafo. Só adianto que este livro entrou para a minha lista de livros favoritos, e cara, tem que ser um livro muito bom pra estar na mesma lista de Harry Potter.

Ainda na onda dos autores espanhóis, dei uma segunda chande para o livro Marina (que tinha abandonado, por que comecei a ler numa época ruim para mim), e não podia ter ficado mais feliz por ter recomeçado a leitura. Pude aproveitar mais o livro e, como grande fã de Carlos Ruiz Zafón (que também já escreveu A Sombra do Vento), fico feliz por ter dado uma nova oportunidade para a história. Foi um livro incrível, e chorei horrores com o final, me emocionei muito com esta história. Meu amigo Gabriel também foi quem me indicou esse autor, eu falo, nós temos um gosto muito bom para literatura! <3

Bom, galerinha, é isso por esse mês! Espero ler muito em novembro, espero conseguir começar a bolar bons desafios para o ano que vem e espero, no geral, que tudo dê certo =D

Beijos, e até o próximo post :*

Vocês viram que Supernatural voltou? Leia meu post surtando sobre isso clicando aqui =D

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Minhas músicas favoritas do Fall Out Boy


Olá, galerinha!


Bom, tenho tido muitos problemas para dormir ultimamente. Estou começando um tratamento, tomando remédios para combater depressão e ansiedade, mas minha insônia parece estar aumentando cada vez mais. Hoje é dia 23/10/2015, 3h14min das madrugadas, e eu tô aqui, acordadíssima após assistir dois episódios de Friends e um de How to Get Away With Murder (e planejando assistir Castle mais tarde) (ou mais cedo, é relativo). Mas a questão é que eu tive um momento único de epifania em que decidi vir falar das minhas músicas favoritas de uma das minhas bandas favoritas: Fall Out Boy.

Sem mais delongas, é isso aí õ/


THIS AIN'T A SCENE, IT'S AN ARMS RACE




All the boys who the dance floor didn't love
And all the girls whose lips couldn't move fast enough
Sing, until your lungs give out


Todos os caras que não eram amados pela pista de dança
E todas as garotas cujos lábios não eram rápidos o suficiente
Cantem, até que seus pulmões falhem


Eu sei que é bem clichê começar logo com essa música, por que provavelmente todo mundo já a ouviu, seja no rádio, na MTV, ou em qualquer lugar. Mas também foi a primeira música deles que eu ouvi, num canal que não lembro o nome e que não existe mais. Na época, deve ter mais que cinco ou seis anos, eu e meus irmãos ficávamos sintonizados naquele canal misterioso esperando que Os Cavaleiros do Zodíaco começasse depois da aula, e o canal ficava reprisando essa música antes do anime começar. Foi a música que fez com que eu conhecesse a banda, e eu nunca canso de ouvi-la <3

DANCE, DANCE



And I don't want to forget how your voice sounds
These words are all I have so I'll write them

E eu não quero esquecer o som da sua voz
Essas palavras são tudo o que eu tenho, então irei escrevê-las

Okay, agora você deve estar pensando: "Nath, poxa, você vai mesmo falar das músicas mais famosas do Fall Out Boy? Cadê o sentimento?". O sentimento, caro leitor, é que essa foi a música que ilustrou (sonorizou?) todos os vídeos que eu fiz com meus amigos da escola, desde o ensino fundamental até o médio. Nem todos os meus amigos compartilham o mesmo gosto musical que o meu, mas todos eles concordavam que essa era nossa música. É por isso que ela significa muito para mim, pois toda vez que eu a escuto é como se revivesse meus tempos de escola.

THNKS FR TH MMRS




And I want these words to make things right
But it's the wrongs that make the words come to life
"Who does he think he is?"
If that's the worst you got
Better put your fingers back to the keys


E eu quero usar estas palavras com o propósito certo
Mas são as coisas erradas que fazem as palavras ganharem vida
"Quem ele pensa que é?"
Se isso é o pior que você tem
Melhor já ir pegando as chaves de volta


Essa foi a música que me viciou em Fall Out Boy. Mesmo já conhecendo This Ain't a Scene, It's an Arms Race, eu nunca tinha parado um segundo e pensado "Hey, será que essa banda tem outras músicas legais?". Eis que esbarro com esse vídeo HILÁRIO e FANTÁSTICO que fizeram para esta música MARAVILHOSA e ESPETACULAR, e eu me apaixonei desde então. Tipo, sério, eu escrevi meu primeiro livro (o rascunho, na verdade) ouvindo essa música em loop. Assiste o clipe, é hilário.

DISLOYAL ORDER OF WATER BUFFALOES



So boycott love
Detox just to retox
And I'd promise you anything for another shot at life
And perfect boys with their perfect lives
Nobody wants to hear you sing about tragedy


Então, boicote o amor
Desintoxique apenas para intoxicar de novo
E eu te prometeria qualquer coisa por mais um sopro de vida
E vocês, garotos perfeitos com suas vidas perfeitas
Ninguém quer ouvir vocês cantando sobre tragédias


Amo essa música. Simples assim. Ela tem uma letra linda, várias frases incríveis e o som dela me faz querer me levantar e me rebelar contra a sociedade. Simples assim. Não tem nenhuma história por trás dessa música, eu só adoro ela mesmo.

I DON'T CARE



I don't care what you think as long as it's about me 
The best of us can find happiness in misery 


Eu não ligo para o que você pensa desde que esteja pensando em mim
Os melhores de nós conseguem encontrar felicidade na tristeza


Essa é aquela música que eu escuto quando estou com raiva, revoltada, quando quero mandar todo mundo ir me procurar na esquina. Simplesmente adoro gritar "I DON'T CARE", por que eu costumo ligar demais para as coisas e isso não faz bem pra gente. Vamos pouco nos lixar para tudo de agora em diante, okay?

AMERICA'S SUITEHEARTS



But I must confess,
I'm in love with my own sins


Mas eu devo confessar:
Estou apaixonado pelos meus próprios pecados


ESSA MÚSICA TEM UMA LETRA ESPETACULAR. Toda vez que escuto, me sinto cada vez mais familiarizada com essa frase que coloquei ali em cima: estou apaixonada pelos meus pecados, pelas coisas erradas que eu faço. Acho que todos nós temos orgulho das nossas travessuras ( ͡° ͜ʖ ͡°)

THE (SHIPPED) GOLD STANDART




Sometimes I wanna quit this all and become an accountant now
But I'm no good at math and besides the dollar is down
Plant palm trees on Lake Michigan before it gets cold
I gotta feel the wind chill again before I get old
I wanna scream 'I love you' from the top of my lungs
But I'm afraid that someone else will hear me


Às vezes eu quero largar tudo e virar um contador
Mas não sou bom em matemática e o dólar está em baixa
Quero plantar árvores no Lago Michigan antes que esfrie
Preciso sentir o vento me arrepiar de novo antes que eu envelheça
Eu quero gritar "Eu te amo" o mais alto que puder
Mas tenho medo que outra pessoa me escute


Sabe aqueles momentos em que você sente que quer largar tudo o que você tem - emprego, escola, faculdade, família, tudo - e fugir para fazer um mochilão pela América do Sul, ou ir vender sua arte na praia, ou entrar para a Máfia? Essa música é esse sentimento traduzido numa letra espetacular e em sons maravilhosos.

E, afinal, quem nunca quis declarar seu amor pelo mundo e para o mundo mas teve medo de ser julgado por isso? Talvez seja hora da gente largar de ser troxa e aproveitar as pequenas coisas da vida, como sentir o vento te arrepiar, ou sentir que está se apaixonando por alguém. Se entregue.

(COFFEE'S FOR CLOSERS)




I can't explain a thing
I want everything 
To change and stay the same oh time 
Doesn't care about anyone or anything
Come together
Come apart


Não consigo explicar nada
Eu quero que tudo mude
E fique igual ao mesmo tempo
Eu não ligo para nada nem para ninguém
Venha junto
Ou vá embora


Ah, Fall Out Boy, sempre traduzindo perfeitamente nossos sentimentos. Sabe aquela sensação terrível de que você quer fazer tudo, conhecer tudo e todos, tem vontade de acabar com sua rotina e fazer algo completamente inesperado? Mas, ao mesmo tempo, você tem aquela sensação de que não quer que as coisas mudem? Tem medo disso?

Por que temos tanto medo das mudanças? Não devíamos. Vamos tomar novas atitudes! Vamos fazer coisas novas! Vamos surpreender a nós mesmos!

PAVLOVE



I'm the invisible man
Who can't stop staring at the mirror


Eu sou o homem invisível
Que não consegue parar de se encarar no espelho


Sabe aquela sensação de dissociação? Quando você sabe que você está vivo e respirando, mas não sente que é você que está ali dentro do seu corpo? É como se você estivesse vivendo no automático, deixando que a normalidade tomar conta de você. Você vê o que seus olhos vêem, mas não parece que é você que está olhando. Você ouve tudo como se fosse um barulho de fundo. Se esquece de horas inteiras por que parece que sequer viveu elas. Essa música traduz isso perfeitamente. É assustador, mas me faz me lembrar de que eu sou uma pessoa real e que tenho sentimentos reais. É inspirador.

THE PHOENIX



You know time crawls on when you're waiting for the song to start
So dance alone to the beat of your heart
Hey young blood
Doesn't it feel like our time is running out?
I'm gonna change you like a remix
Then I'll raise you like a phoenix
Wearing our vintage misery
No, I think it looked a little better on me
I'm gonna change you like a remix
Then I'll raise you like a phoenix


Sabia que o tempo está correndo enquanto você espera a música começar?
Então dance sozinho ao som da batida do seu coração
Hey, jovem
Não parece que nosso tempo está acabando?
Eu vou mudar você, como um remix
Vou renascer você, como uma fênix
Vestindo toda essa nossa miséria antiquada
Não, acho que fica melhor em mim
Eu vou mudar você, como um remix
Vou renascer você, como uma fênix


Eu sei que parece besteira e idiotice, mas sempre eu eu imagino a cena da grande batalha final da saga de fantasia urbana/épica que eu escrevo, imagino essa música tocando. Imagino meus personagens lutando ao som dessa música, se inspirando, lembrando que o tempo está correndo rapidamente e a gente só tem uma chance de fazer as coisas darem certo.

Meu sonho é ouvir essa música ao vivo, eu simplesmente ADORO ela. E meu sonho é ver meus livros serem adaptados para o cinema ou para a tevê e tendo ESSA MÚSICA NA HORA DA BATALHA FINAL.

JUST ONE YESTERDAY



Anything you say can and will be held against you
So only say my name
It will be held against you

[...]
Letting people down is my thing, baby
Find yourself a new gig
This town ain't big enough for two of us
I don't have the right name
Or the right looks
But I have twice the heart


Tudo o que você disser pode e será usado contra você
Então apenas diga meu nome
Vou usar isso contra você
[...]
Deixar as pessoas para baixo é minha nova fixação
Encontre uma nova forma de se mostrar
Essa cidade é pequena demais para nós dois
Eu não tenho o nome certo
Nem a aparência certa
Mas tenho duas vezes mais sentimento


Essa música tem uma letra espetacular. Além de ser uma cantada ótima (que faz mais sentido em inglês. "It will be held against you" tem duplo sentido, já que "held" pode ser aplicado como "usado" ou "pressionado". Então, quando ele diz "diga apenas meu nome, será usado contra você", não faz sentido em português, mas em inglês é uma conotação de "serei pressionado contra você", no sentido físico mesmo. Sabe, meio que... Se pegando). Enfim, fora a cantada ótima, essa última parte sobre não ser exatamente o que as pessoas procuram mas acabar se revelando muito melhor do que elas esperavam... Bom, sei lá, me identifico com isso. Nem só por mim, mas por muitas pessoas que eu conheço que eu julgava mal mas hoje são especiais para mim.

MISS MISSING YOU



I miss missing you now and then
Sometimes before it gets better
The darkness gets bigger
The person that you’d take a bullet for is behind the trigger


Eu sinto falta de sentir sua falta, de vez em quando
Às vezes, antes das coisas melhorarem
A escuridão cresce mais e mais
E a pessoa por quem você tomaria um tiro está segurando o gatilho


Acho essa música simplesmente poderosa. Não é incrível como a gente se entrega para as pessoas e, na maior parte das vezes, só recebe ingratidão, ou ainda por cima, recebemos críticas e somos atacados por isso? Será que vale a pena ser uma pessoa boa e empática quando a única coisa que a gente ganha disso é a pessoa que a gente tanto ama e protege nos atacando? É, essa música me faz repensar muitos relacionamentos meus...

NOVOCAINE



Because they took our love and they filled it up
Filled it up with Novocaine and now I’m just numb


Por que eles pegaram nosso amor e tiraram ele de nós
O entupiram com Novocaína e agora estamos entorpecidos


Na minha concepção, essa música é muito poderosa. Fala sobre como a gente entrega nossos sentimentos mais puros para as pessoas e elas pisam neles sem dó, até que a gente se sinta tão mal que a única forma de lidar com isso é tentar fingir que a dor não está lá, nos entupindo de vícios - bebida, drogas, trabalho, qualquer coisa que nos tire a dor da cabeça. Essa música é pesada, mas eu não canso de ouvir.

Aliás, Novocaína é uma droga que foi criada para substituir, com menos efeitos colaterais (dizem), a Cocaína. Não sei se funciona, mas diz a lenda que é como se você estivesse completamente dopado e não sentisse nada - física e psicologicamente. Entorpecido.

FOURTH OF JULY



You are my favorite "what if"
You are my best "I'll never know"

[...]
In between being young and being right
You were my Versailles at night


Você é meu "e se?" favorito
O meu melhor "nunca vou saber"
[...]
E entre ser jovem e estar certo
Você era como minha própria Versalhes à noite


Essa música me trás tantos sentimentos. Me trás uma ideia de abandono, de fim, mas, ao mesmo tempo, essa ideia de recomeço. Como se você estivesse deixando algo bom para trás, mas para começar algo ainda melhor.

Ah, essa música toca no filme Cidades de Papel, e quando eu tava no cinema, de boas assistindo, e ela começou a tocar, eu GRITEI e fiquei cheia de lágrimas nos olhos. Sim, sou besta mesmo. Toca bem no começo, quando o Quentin e a Margo estão indo para o prédio que esqueci o nome :p

CENTURIES



Some legends are told
Some turn to dust or to gold
But you will remember me
Remember me for centuries

[...]
And I can't stop 'til the whole world knows my name
'Cause I was only born inside my dreams


Algumas lendas são contadas
Outras se tornam poeira ou ouro
Mas você irá lembrar de mim
Lembrar de mim por séculos
[...]
E eu não posso parar até que o mundo todo conheça meu nome
Pois eu já nasci dentro dos meus sonhos


Por último, mas não menos importante, a minha MÚSICA FAVORITA DE TODOS OS TEMPOS. "Mas Nath, por que justamente essa música, tão nova ainda por cima, é a sua favorita?".

Como alguns de vocês, leitores amados, devem saber, eu fiz uma peça em 2014, ano passado. Escrevi, dirigi e estrelei a peça, e foi a melhor coisa que eu fiz na minha vida. Sério, se eu pudesse conjurar um Patrono, minha memória feliz seria daquele dia, das pessoas aplaudindo minha criação e realmente gostando do que assistiram. *caí uma lágrima de emoção*

A peça se chama "O Príncipe da Relatividade" (e você pode baixá-la na íntegra, de graça, clicando aqui) e conta a história de vida de Albert Einstein, de forma hilária e debochada, mas historicamente precisa. Pretendo fazer um post sobre a peça um dia, mas não por enquanto. Enfim, no final da peça, durante os créditos e enquanto passava a foto dos atores que participaram (tudo foi bem amador, a pesar de, modéstia a parte, ter ficado ótimo), a música que decidi colocar foi essa. Acho que a música tem muito a ver com Einstein, cuja história virou lenda e as pessoas vão lembrar dele por séculos.

É claro que eu também me identifico muito com essa música. Não quero parar de escrever até me tornar uma grande escritora, quero que o mundo me conheça, por que já nasci com esse sonho e minha meta de vida é realizá-lo. Pareço metida dizendo isso, é verdade, mas quero me manter confiante até o momento em que esse sonho se tornar realidade. Essa música é a minha favorita por causa disso.

Enfim galera, é isso por hoje! Agora são 5h01min da madrugada de sexta-feira e eu PRECISO DORMIR, a pesar de não estar com sono. Enfim, eu preciso, não é questão de querer, é de necessidade.

Espero que tenham gostado do post, fiz com muito carinho. Estou meio grogue de sono então desculpe pelos erros de formatação, outra hora eu arrumo a HTML, não tô com paciência :p

Por último (sério): amo Fall Out Boy. É uma das minhas bandas favoritas, e eu sonho muito com o dia de ver eles ao vivo. As músicas deles sempre me inspiram, então espero que você tome alguns minutos da sua vida para ouvir pelo menos aquelas que tenham te chamado mais a atenção.

É isso por hoje, seus lindos! Até o próximo post õ/

terça-feira, 20 de outubro de 2015

La Caixita #44


Olá, gente bonita! Como vocês estão hoje? 

Bom, aqui são exatamente 4h07min da madrugada e EU NÃO CONSIGO DORMIR. Eu já arrumei meu quarto todo, tirei todas as roupas do meu armário, organizei elas de um jeito melhor, separei algumas para doar, deixei todas as coisas que tenho que estudar essa semana separadas por ordem de prioridade e preparei algumas roupas que tenho que mandar pro conserto. E AGORA TÔ SEM NADA PARA FAZER E SEM SONO, por isso vou escrever várias postagens e tals, pra ganhar tempo (eu estou escrevendo essa postagem dia 13/10, de madrugada, e esse feriado foi muito louco - nadei pacas, dormi a tarde toda e agora não consigo pegar no sono mais, e meus braços doem, e tem água no meu ouvido, e eu tô com fome).

Editado: Hoje é dia 20/10, 2h50min da madrugada, e eu tô fazendo pequenas edições antes de colocar o post no ar. Ah, a insônia...

Enfim, estou enchendo linguiça falando disso. Vamos aos LIVROS QUE CHEGARAM AEEEEE (ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧


Como vocês sabem ou não, eu sou estudando de Letras. Sim, eu irei ensinar Português Brasileiro para seus filhos. Mas NÃO TEMAM, pois eu manjo dos paranauês (mais ou menos). Por isso comprei Moderna Gramática Portuguesa, um livro GIGANTE com tudo sobre gramática. Não li tudo, obviamente, mas já li vários trechos interessantes e me ajudou bastante para estudar para as provas de gramática. Custou R$12 na Submarino.

Novamente, por causa do meu curso, assisti uma palestra sobre desumanização na literatura, ministrada pela Fernanda Massi, doutoranda, e meu professor de Teoria da Literatura, Produção de Texto e Estudo dos Clássicos e mais 24 territórios a sua escolha Marco Aqueiva. A Fernanda, diva, deu uma palestra muito interessante sobre como os personagens são desumanizado nos romances policiais contemporâneos e falou muito sobre Dan Brown. Eu, uma fã louca desse homem, debati muito na palestra e ao final ela me presenteou com o livro de autoria dela, O Romance Policial do Século XXI. Adorei *-*


Comprei os três volumes finais da série Bloodlines por que a históRIA ESTÁ INCRÍVEL E EU QUERO TERMINAR LOGO PARA PODER SOFRER EM PAZ. Sério, sou apaixonada pela escrita da Richelle Mead desde que li Vampire Academy. Comprei Coração Ardente (meu favorito da saga até agora, esse livro foi LACRANTE), Sombras Prateadas (minha leitura atual) e O Círculo Rubi, que fecha a série.

Editado: Hoje é dia 20/10, 2h54min da madrugada, eu já terminei de ler a série Bloodlines e MEU DEUS ESSES LIVROS SÃO PERFEITOS, EU QUERO MAIS LIVROS NESSE UNIVERSO, AMO A RICHELLE MEAD E QUERO QUE ELA AUTOGRAFE MINHA BUNDA.

Como Bloodlines e Vampire Academy foram lançadas por duas editoras diferentes no Brasil, existem muitas diferenças entre as edições. Eu acho as edições e as capas da Seguinte mais bonitas, mas eu tenho frescura mesmo :p


Meu amigo divo abençoado por Madonna, Gabriel, vivia me falando de A Velocidade da Luz e como este livro é incrível. Eu costumo compartilhar o mesmo gosto dele pela leitura então ele me emprestou esta lindeza para eu poder ler, mal posso esperar para começar!

Troquei A Ilha dos Dissidentes pelo plus, agora que a trilogia toda foi lançada. Vou ler o primeiro e, se for legal, eu compro os outros dois. Mas, pelo que vi, parece ser um ótimo livro. E, como eu sempre digo, eu amo o Nem Um Pouco Épico <3

Minha amiga diva abençoada pelo Fall Out Boy, Bruna, me emprestou o livro Warriors: Into the Wild. É um livro que um amigo me recomendou, mas a gente mora longe então não tinha como ele me emprestar. Como a Bruna é diva e possui a série completa, em inglês ainda por cima, peguei emprestado. Espero gostar *0*


E estes foram os livros que chegaram para mim nesse meio tempo!

Espero que tenham gostado do post! Já leram algum desses livros? Pretendem ler? E, me contem, o que vocês estudam? Bom, agora que escrevi este post vou escrever mais outros dois e depois ler (dormir pra quê, né?)

Editado: Hoje é dia 20/10, são 2h58min da madrugada, e eu não vou escrever mais post nenhum por hoje, preciso muito estudar por que amanhã (hoje) tem mais uma prova de gramática ;-; oh céus.

Até a próxima, galera õ/

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Supernatural voltou e minha sanidade se foi completamente


Olá, galerinha linda! Como vocês estão?

Então, como vocês talvez se lembrem, eu fiz há quase 5 meses um post chorando muito por que a 10º temporada de Supernatural tinha acabado e ia demorar meses até a 11º, e daí eu recomendei várias séries para assistir enquanto isso. O post está aqui. Enfim, Supernatural está de volta, assim como várias outras séries que eu acompanho, e acho que minha alma está aos poucos abandonando meu corpo...

MAS COMO SÃO QUATRO E QUARENTA E DOIS DA MANHÃ E EU NÃO TÔ COM SONO, VAMOS FALAR SOBRE ESTAS SÉRIES! =D

Este post contém leves spoilers dos seriados mencionados.



Como vocês podem observar, Sam e Dean não perdem uma oportunidade de sensualizar :p

Sei que muita gente tá cansada de Supernatural. Okay, eu entendo, onze temporadas é, de fato, muita coisa. Mas eu adoro Supernatural, mesmo sendo meio trash, e não consigo mais largar essa série. É incrível ver como a série evoluiu com o tempo, e agora a história está bem diferente do começo e coisas cada vez mais espetaculares acontecem.

Espero nessa temporada entender melhor o que é essa tal de Escuridão, espero que Lúcifer, Miguel e Adam saiam da prisão (já deu, coitado do Adam) e quero entender o que caralhos acontece agora que a Morte, bem, morreu. Quero saber o que aconteceu com meu precioso Castiel e espero que eles finalizem o arco do Metatron e da Rowena logo. E espero que o Crowley continue fazendo suas marotagens, pois amo ele <3

Ah, é claro, espero que Destiel vire canon :p

 

How to Get Away With Murder voltou com sua segunda temporada e, se você ainda não assistiu a primeira, RECOMENDO FORTEMENTE QUE VÁ FAZER ISSO IMEDIATAMENTE. Não vou encher vocês de spoilers, só quero dizer que a segunda temporada tá conseguindo ser ainda mais incrível do que a primeira - e, cara, isso é um baita elogio -, e os personagens estão sofrendo mudanças espetaculares em seus arcos que ninguém imaginaria.

Se tem uma coisa que eu amo nesse show é o modo como os personagens são tão bem desenvolvidos, além da trama ser intrincada e fechada, sem nenhum erro. Mal posso esperar para descobrir os grandes segredos dessa temporada.

*música de suspense*

 

Jake: Boyle, por que você não mostra para o Danger o que é um fax?
Boyle: Certo. Imagina que uma carta fez sexo sem proteção com um telefone...

Eu sou louca por Brooklyn Nine-Nine, é um dos seriados mais hilários de todos e ele está de volta com a TERCEIRA TEMPORADA YAAAAY!!

Esse seriado é espetacular. Se passa na 99º delegacia de policia de Nova York, mas não é um seriado policial, mas sim de comédia. Os casos são sempre hilários, os detetives são os melhores e cada episódio trás cada reviravolta que, além de ser tudo muito engraçado, você ainda consegue ficar surpreso e, às vezes, emocionado.

Eu também amo esse seriado por causa da diversidade nele (personagens de várias raças e sexualidades) e por que tem o Terry Crews. Sério, assiste essa goiaba.

Por que eu te amei desde o momento em que te conheci,
e vou continuar te amando até o fim dos tempos.
Eu amo The Big Bang Theory pois, além de ser um seriado hilário, ele foi um dos primeiros que eu comecei a acompanhar e significa muito pra mim. Eu adoro todos os personagens, me identifico muito com o Leonard, e adoro as trapalhadas do Sheldon, e quero abraçar todos os demais personagens (principalmente o Raj).

O seriado está na nona temporada e eu sei que, mais cedo ou mais tarde, ele vai acabar. Na verdade, o ciclo de vários personagens já está se fechando, então talvez a gente tenha mais uma ou duas temporadas antes do fim do seriado. Isso me deixa triste, pois eu sou louca demais por TBBT... :c

Enfim, estou feliz por que a Penny e o Leonard FINALMENTE se casaram, e os votos de casamento do Leonard foram roubados de mim, eu tive a ideia de falar aquilo antes, pergunta pros meus amigos u.u

 
 

Limitless é uma série que estreou nessa temporada e tem três episódios até o momento. Ainda não sei se vou acompanhar, e não sei se vão renovar, mas eu gostei bastante da premissa.

O seriado conta a história de Brian Finch, um cara fracassado na vida, quase com 30 anos e que não tem emprego, ou namorada, ou vida. Um dia, ele se reencontra com um velho amigo e conta das dificuldades que tem passado. O amigo lhe oferece uma droga, chamada NZT, que é uma espécie de Ritalina muito melhorada. O NZT permite que você tenha, por 12 horas, acesso a todos os seus neurônios, fazendo sua memória ser 100% funcional, permitindo que você tenha raciocínio lógico mais rápido e aprenda coisas por assimilação. Basicamente, a pessoa se torna um gênio. Mas essa droga é mortal, e logo que o efeito dela passa o corpo da pessoa começa a de desintegrar.

Por um dia, Brian vive isso. Sob o efeito da droga ele faz coisas incríveis, como aprender a tocar guitarra sozinho, vencer várias pessoas em jogos de xadrez e encontrar a doença e o tratamento para a mesma de seu pai, coisa que nem os médicos foram capazes de fazer.

Mas Brian acaba se metendo em confusão, e depois de vários desencontros Brian mostra seu valor e o FBI decide contratá-lo como consultor, já que ele consegue tomar a droga sem sofrer efeitos colaterais (morrer) (e não é bem assim, tem toda uma conspiração por trás disso).

Enfim, não quero dar muito spoiler. É um seriado policial com uma pitada de humor e drama. Eu estou esperando que ele aumente bastante de qualidade com o decorrer da trama. Veremos.

Ah, o Brian é um personagem espetacular e o seriado é muito bem produzido, se isso contar de alguma coisa. Eu estou curtindo, mas o seriado ainda não "esquentou".

Esse acaba de se tornar meu caso favorito.
Gente, GENTE, eu AMO Castle, é um dos meus seriados favoritos e agora ele chegou à OITAVA temporada! Dá pra acreditar numa coisa dessas?

Para quem não conhece, Castle é um seriado policial com toques de comédia e MUITO DRAMA. Conta a história de Richard Castle, um escritor que acaba virando consultor na policia de Nova York após ajudar magistralmente a detetive Kate Beckett a solucionar um caso parecido com os assassinatos em seus livros de ficção policial.

Agora, isso parece muito distante. Aconteceu tanta coisa no seriado que quem assiste a primeira temporada de novo nem reconhece mais a história... E cara, o seriado só tem ficado melhor e melhor a cada temporada que passa.

Eu sou realista e sei que o seriado já foi bem longe, e que provavelmente a próxima temporada será a última. Mas ainda há alguns mistérios a serem resolvidos, como:

- Qual é a do pai do Castle?

- Por que ainda tem coisa envolvendo o Senador Bracken nesse rolê?

- Qual foi a do sumiço do Castle?

- Qual o destino do relacionamento da Kate e do Rick?

Enfim, vamos continuar assistindo e torcendo para que tudo dê certo <3


 

Então, quem aqui já assistiu American Horror Story? Eu sou fã desde a primeira temporada, mas vou ser sincera: acho que o seriado tá meio que perdendo a graça e ficando meio apelativo. 

Não me entendam mal. Amei a primeira temporada (Murder House), a segunda (Asylum) é a minha favorita e, a pesar dos defeitos, eu gostei da terceira (Coven). A quarta temporada... Eu não conseguia assistir. E não era por medo nem nada, mas tipo, simplesmente não estava curtindo. Até hoje não terminei Freak Show (quem sabe um dia?).

Hoje assisti o primeiro episódio da quinta temporada de AHS, Hotel, que tem a Lady Gaga! A pesar de um roteiro meio confuso a princípio, gostei da premissa e espero que a quinta temporada seja melhor que a quarta. E menos apelativa, também... 



Eu sei que já faz dois anos que Breaking Bad acabou, mas eu só comecei a assistir em 2015. Enfim, estou para começar a quarta temporada e MEU QUE SERIADO FANTÁSTICO, TODOS DEVIAM ASSISTIR. Acredito que todo mundo conhece o básico: o professor de química Walter White descobre que está com câncer de pulmão e se junta a Jesse Pinkman para fabricar metanfetamina para poder juntar dinheiro para sua família (a mulher grávida e o filho com paralisia cerebral) e acaba se metendo em um monte de tretas.

Enfim, só queria dizer que, no meio de tantas séries que eu to acompanhando que agora são lançadas semanalmente, tá difícil assistir Breaking Bad sem ficar atrasada no resto. Mas estou assistindo mesmo assim e amando <3

Enfim galera, é isso por hoje! Agora são CINCO HORAS E QUARENTA MINUTOS DA MADRUGADA E EU NÃO DORMI NADA VIVAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

Enfim, vou dormir. Boa noite para vocês. Espero que tenham gostado do post, fiz com muito carinho e com muito sono. E aí, assistem algumas dessas séries? Qual sua favorita? Despertou interesse por alguma? Comente =D

Beijos e até o próximo post! õ/