terça-feira, 12 de dezembro de 2017

La Caixita #57 | BOOK HAUL


OLÁ, CRIATURAS HUMANÓIDES! Como vocês estão?

Hoje trago a última La Caixita de 2017. Nela mostrarei alguns livros marotões e uma SURPRESA! Não se preocupe, você não precisa ter assistido às anteriores. Nesse vídeo irei mostrar todos os livros que eu comprei/ganhei/achei na rua no último mês e meio, e vou falar um pouco sobre cada um deles.


Algumas fotíneas dos livros:









É isso por hoje, pessoal! Espero que tenham gostado do vídeo. Já leram algum desses livros? Querem ler? O que acham de livros de YouTubers? Deixe sua opinião!

Até o próximo vídeo :* 

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

A Lógica Inexplicável da Minha Vida, de Benjamin Alire Sáenz

A Lógica Inexplicável da Minha VidaAutor: Benjamin Alire Sáenz
Título original: The Inexplicable Logic of My Life
Editora: Seguinte
É bom?: ★★★★ 
Páginas: 440
Sinopse: Salvador levava uma vida tranquila e descomplicada ao lado de seu pai adotivo gay e de Sam, sua melhor amiga. Porém, o último ano do ensino médio vem acompanhado de mudanças sobre as quais o garoto não tem nenhum controle, como ímpetos de raiva que ele não costumava sentir. Além disso, Salvador tem que lidar com a iminente morte da avó, com uma tragédia repentina que acontece na vida de Sam e com o fato de seu pai estar se reaproximando de um ex-namorado. Em meio a esse turbilhão de sentimentos, que vão do luto ao amor e da amizade à solidão, Sal passa a questionar sua própria origem e identidade, e tenta encontrar alguma lógica para a sua vida uma tarefa que parece quase impossível.

Olar, pessoinhas! Tudo bom?


Hoje trago para vocês a resenha do mais novo livro do Benjamin, autor de Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo. Apesar de ter amado o anterior, confesso que o livro presente conquistou meu coração de forma inesperada, quase... inexplicável (AOOOO). Espero que gostem dessa resenha, que foi feita com muito amor!



Espero que goste do vídeo! Deixe seu comentário caso tenha qualquer ideia, crítica, sugestão ou simplesmente queira me falar sobre o seu animal de estimação. Um abraço, e até o próximo post! =D

Resultado de imagem para the inexplicable logic of my life

domingo, 3 de dezembro de 2017

Como descobrir o seu parente divino em Percy Jackson e Os Olimpianos


OLAR, semideusas e semideuses!


Hoje trago a vocês um vídeo bem maroto dizendo como eu decidi quem é meu parente divino - e também dou umas dicas de como descobrir qual o seu! Espero que o vídeo seja útil. Não esqueça de comentar dizendo quem é seu parente divino e como tomou essa decisão.




Espero que gostem, não se esqueçam de se inscrever no canal e dar joinha nesse vídeo! (ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧

Resultado de imagem para hades disney gif


quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Leituras do Mês: Novembro! #2017



Olá, galeres! Como vocês estão?

Pois então, o mês ne novembro chegou ao fim. Li muita coisa boa esse mês, mas principalmente li pela duzentésima cétima vez uma goiaba chamada "A Terra e a Semente: o Mito do Rapto de Perséfone", também conhecido como "meu TCC". Finalizei a monografia no início do mês e apresentei ontem a noite, dia 29. Eu estava bastante nervosa, usando um salto alto desconfortável, mas deu tudo certo e eu tirei 10 =D



Mas isso já passou e agora tenho que me concentrar em novas metas: trabalhar como professora (de inglês, português, o que vier é bem vindo), retomar os exercícios e a dieta e, é claro, finalmente me empenhar em terminar meu primeiro romance - chamado Icarus, muito bom, recomendo.

Mas, antes, vamos ver as leituras de novembro!

LIVROS

A Lógica Inexplicável da Minha Vida How to be an Alien O Temor do Sábio 
A Música do Silêncio Matéria Escura Extraordinário

Nesse mês eu li seis livros! Me surpreendi com o número. Mesmo dois deles sendo bem pequenos (um com menos de 100 páginas, outro com pouco mais que isso) em compensação li um calhamaço de quase mil páginas.

O primeiro livro que li em novembro foi A Lógica Inexplicável da Minha Vida. É do mesmo autor de Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo. Já fiz uma vídeo-resenha deste livro para o canal (que irei postar em breve!) mas queria dizer que esse livro é maravilhoso e um dos meus favoritos da vida. Conta a história de Salvador, ou Sal, um garoto de 17 anos que está sofrendo muito com a iminente morte da avó pelas mãos do câncer. No entanto, ele não está sozinho nessa jornada: tem a companhia do pai adotivo gay Vicente, da melhor amiga/irmã irreverente Samantha, e do novo amigo com problemas familiares Fito. O livro é um coming of age que não precisou na muleta do romance adolescente pra ser belo e tocante. Além disso, é um livro pesado sobre luto e escolhas. Excelente.

No começo de novembro eu estava na biblioteca da faculdade fazendo um trabalho sobre Dadaísmo quando avistei na estante à minha frente um livreto minúsculo denominado How To Be An Alien ("Como ser um alienígena", ele tem 86 páginas com ilustrações). Basicamente é uma sátira (escrita lá por 1960) sobre como os ingleses são malucos e se comportam de forma absurda. O livro é narrado do ponto de vista de um húngaro que teve que se acostumar com as esquisitices dos ingleses quando se mudou para a Inglaterra - teve que aprender a ser um alienígena para se misturar bem aos britânicos. É um livro hilário, muito fácil de ler para quem estiver aprendendo inglês. Recomendo!

Por algum motivo desconhecido eu estava mechendo no meu APP de leitor de e-book do celular (ainda sonhando em comprar meu kindle) e acabei esbarrando com Matéria Escura. Li o primeiro capítulo, fiquei curiosa, dois dias depois havia terminado o livro e estava completamente obcecada por universos paralelos e a ideia de multiverso em geral. Vou fazer uma resenha do livro, mas quero deixar registrado aqui que é MUITO instigante e com vários plot twists marotíssimos. O livro é sobre um cara chamado Jason que um dia é sequestrado por uma pessoa misteriosa e mandando para um universo paralelo. Recomendo demais!

O outro livro pequeno que li em novembro foi A Música do Silêncio, um spin-off de A Crônica do Matador do Rei (eu acho esse nome péssimo em português). Enfim, apesar de ter amado e favoritado tanto O Nome do Vento quanto O Temor do Sábio, eu não gostei tanto desse livro. A Música do Silêncio é diferente do restante da saga: conta a história da Auri, uma personagem secundária que vive nos subterrâneos da Universidade e que aparece em ambos os livros da saga. Ela vê o mundo de forma única (por causa do problema mental adquirido ao aprender nomeação) e isso se manifesta na narrativa do autor, que eu achei bagunçada e tediosa. O livro tem 130 páginas e pelo menos 15 delas se passam com a Auri fazendo sabonete. Mas, em defesa do Rothfuss, ele mesmo disse em seu prefácio que esse livro não era para todo mundo. Ele estava certo. Mas ainda amo o resto da série.

Em outubro eu comprei o livro Extraodinário por $10. Já havia ouvido falar do livro, principalmente quando estourou em 2014, mas não tinha interesse na leitura até ver o trailer do filme. O livro conta a história de Auggie Pullman, um garoto de 10 anos que nasceu com uma má formação facial. Após 23 cirurgias ele finalemtne consegue comer, se comunicar, ouvir e enxergar, mas seu rosto não tem uma aparência comum. Por isso ele nunca foi para a escola regular. Isso está prestes a mudar. Seus pais se preocupam com como Auggie será tratado na escola, e o livro fala dos desafios de ser diferente. É uma leitura rápida, muito divertida, emocionante sem ser piegas ou clichê. Realmente gostei da leitura!

Pelo corpo enegrecido de Tehlu, que livro. Patrick Rothfuss, escreve logo esse terceiro livro, nunca te pedi nada! 😭 🍃🗡🌌 "Já resgatei pricesas de reis adormecidos em sepulcros. Incendiei a cidade de Trebon. Passei a noite com Feluriana e saí com minha sanidade e minha vida. Fui expulso da Universidade com menos idade do que a maioria das pessoas consegue ingressar nela. Caminhei à luz do luar por trilhas de que os outros temem falar durante o dia. Conversei com deuses, amei mulheres e escrevi canções que fazem os menestréis chorarem. Vocês devem ter ouvido falar de mim." 📚 😍 ✒ #patrickrothfuss #kvothe #thekingkillerchronicle #acronicadomatadordorei #onomedovento #thenameofthewind #thewisemansfear #otemoreosabio #theslowregardofsilentthings #amusicadosilencio #livros #books
Uma publicação compartilhada por LAMBERT, Nathalia (@_illuminath) em


Agora vamos para a ATUALIZAÇÃO DA META DE LEITURA!!

Em novembro eu finalmente concluí a meta de leitura para 2017! Minha meta consistia em 01) reler mais livros (o que eu fiz durante o ano) e 02) ler todos os livros não lidos da estante no final de 2017. O único livro que faltava era O temor do Sábio, segundo livro da trilogia A Crônica do Matador do Rei. 

Confesso que tive dificuldades para engajar na leitura do livro (cuja leitura inicei em outubro). O Temor do Sábio tem quase 1000 páginas e levar a edição física para o trabalho/ônibus/faculdade era quase impossível, o que me prejudicou na leitura. Depois de ter lido umas 200 páginas em quase um mês inteiro eu decidi baixar o e-book e então finalmente consegui concluir o livro. Sério, mesmo com 1000 páginas o  e-book voou, eu li o livro todo muito rápido e terminei de ler com um sorriso no rosto (e uma tristeza no coração por ter que esperar muito pelo terceiro livro). 


______________________________________________________

E esses foram os livros lidos em novembro! Finalmente finalizei a meta de leitura (e agora posso planejar a meta de leitura de 2018, que apresentarei em dezembro). Muitos vídeos legais irão sair em dezembro: a conclusão da meta de leitura de 2017, os planos para a meta de 2018, muitas resenhas e também os top 10 do ano.

Espero que tenham gostado do post! Me contem o que andam lendo e se já leram/pretendem ler os livros citados. Aliás, você devia mesmo ler A Crônica do Matador do Rei, é muito bom, de verdade.

Até o próximo post!

terça-feira, 28 de novembro de 2017

As melhores séries e filmes de: NOVEMBRO #2017

Resultado de imagem para fall out boy gif

OOooooolá galerinha, tudo bão?

Ontem eu estava tomando banho e fiquei pensando sobre aquele jogo que nós jogávamos quando éramos cranças do "fulano roubou pão na casa do João". Fiquei imaginando como ensinaríamos essa música para um americano. "Nathalia stole bread from John's house"? Não rima nem tem ritmo...

Nathália stole bread from John's house
Nathália stole bread from John's house
"Woa, not me!"
"Then who did it?"
"It was Gabriel"
Gabriel stole bread from John's house...

E assim ad infinitum. Aceito sugestões de rimas e ritmos melhores. Vamos exportar os ladrões de pães, o mundo precisa disso (-q).

PODCASTS


Resultado de imagem para creepy podcasts

Em novembro eu conheci dois podcasts de terror INCRÍVEIS! O primeiro foi Creepy, um podcast semanal (com algumas mini-séries especiais que saem DIARIAMENTE) sobre creepypastas. No geral são leituras dramáticas com efeitos sonoros das creeppypastas mais clássicas (em inglês), como No-end House, Russian Sleep Experiment, Ben Drowned, Jeff the Killer, etc. Apesar de serem histórias que já conhecemos, o clima do postcast é bem aterrorizante. E, se tem aquela creepypasta muito longa que você tem preguiça de ler (afinal, quem leu Ben Drowned até o fim?) (só eu possivelmente), é só deitar na sua cama e ouví-la no escuro.


Resultado de imagem para haunted places podcast

O outro podcast de terror foi o Haunted Places. Só quatro episódios até agora e já é um dos meus favoritos. O host do podcast trás a cada duas semanas a história de um lugar mal-assombrado da vida real (se você acredita, claro). O primeiro episódio foi sobre o Cecil Hotel, um hotel em Los Angeles que foi (e ainda é) palco de dezenas de suicídios, assassinatos e mortes misteriosas. Depois ouvimos sobre a necrópole argentina La Recoleta, um dos maiores cemitérios do mundo, cheio de histórias aterrorizantes. A terceira história é sobre a caban de Marie Laveau, uma bruxa que viveu em Nova Orleans no século XIX. O mais recente é sobre as catacumbas de Paris, que trás histórias sobre pessoas que se perderam por lá. É aterrorizante e, mesmo que você não acredite em assombração (eu mesma não acredito) vai ouvir histórias interessantes e bizarras!


Imagem relacionada

Eu sei que já falei aqui no blog várias vezes sobre The Black Tapes. Este é um podcast de terror sobre uma jornalista chamada Alex Reagan que investiga fitas com supostos fenômenos paranormais e acaba se envolvendo num culto/conspiração que envolve crianças e demônios. Eu amava esse podcast, as duas primeiras temporadas foram assustadoras e originais, mas eis que esse ano a terceira e última temporada foi lançada e, além de ter apenas 6 episódios (metade se comparada às temporadas anteriores) o podcast terminou com um final tão ruim que parecia fanfic, com um último episódio de menos de meia hora. Se eu te fiz ouvir The Black Tapes - sinto muito. Não vale a pena.


Resultado de imagem para the big loop podcast

Ainda que TBT tenha terminado de forma vergonhosa, um dos produtores abriu seu próprio podcast, chamado The Big Loop. Até agora tivemos dois episódios MUITO legais. Cada episódio conta uma história diferente, então não corremos o risco de acabarmos como TBT. A primeira história é sobre uma mulher que se muda para a cidade grande após um término de relacionamento e começa a perceber coisas estranhas acontecendo no estúdio de dança do outro lado da rua, e a segunda é sobre um homem que quer cometer suicídio e para isso contrata um assassino de aluguel. São ambas histórias muito únicas e verdadeiramente interessantes.


Resultado de imagem para covil dos livros podcast

Em novembro eu terminei de ler O Temor do Sábio, tinha mil teorias e ideias flutuando em minha mente e um amigo meu, que leu o livro na mesma época, me recomendou o podcast Covil dos Livros (BR!!), cujo episódio de número 50 é um especial de DUAS HORAS E MEIA sobre A Crônica do Matador do Rei. Ouvi o episódio DUAS VEZES, pois os caras do podcast são hilários e tem teorias espetaculares nas quais eu sequer havia pensado. Pretendo ouvir outros episódios do podcast!

SÉRIES




Em novembro eu comecei a assistir duas séries marotas: a segunda temporada de Stranger Things (ainda estou no segundo episódio, não me dê spoiler!), Alias Grace (inspirado em um livro da Margaret Atwood, mesma autora de The Handmaid's Tale, mas também só vi dois episódios). Quando eu tiver assistido tudo eu comentarei aqui.



Mês passado a segunda temporada da série de antologias de terror Channel Zero, chamada No-End House (inspirada na creepypasta homônima), chegou ao fim. Mas o teaser da terceira temporada já foi disponibilizado E PARECE MUITO BOM! No-end House, apesar de ter um bom roteiro e fotografia, não foi uma temporada muito aterrorizante. Se The Butcher's Block for tão assustadora quanto seu teaser, estou pronta para a carnificina!


Resultado de imagem para gif how to get away with murder oliver
Por favor Odin eu lhe PEÇO que nada
de ruim aconteça com o Oliver, ele é tão
bom e puro.
How To Get Away With Murder está em sua quarta temporada. Eu sinceramente não sabia o que seria do show depois da morte de certa personagem, pensei que, mesmo no meio da tragédia, não haveria mais plot. Estava errada! Inclusive, essa está sendo minha temporada favorita. Nossos protagonistas jovens cresceram, Annalise está tendo que enfrentar os problemas de sua vida - e está resolvendo-os! (quase!) - e parece que vamos começar a fechar as pontas soltas da série (e quem sabe nos encaminharemos para uma temporada final? Aliás, que plot twist esse do episódio da mid-season finale...



Por fim, Mr. Robot me apresendou, em seus três mais recentes episódios, três horas de televisão de qualidade intransponível. Para quem não conhece, Mr. Robot é uma série sobre um jovem hacker cujo objetivo é destruir a E-Corp, um dos maiores conglomerados de empresas do mundo, e assim estabelecer um futuro no qual o dinheiro não dita mais a vida das pessoas... mas TUDO dá errado logo na primeira temporada e agora estamos lidando com as consequências do que ele fez. A série é genial, o Sam Esmail, diretor, é espetacular com a fotografia e, claro, o Rami Malek faz um ótimo papel principal. A série é bastante inspirada em Clube da Luta e basicamente é a melhor série da atualidade - talvez brigando com Game of Thrones.

FILMES


Resultado de imagem para thor ragnarok gif
Eu sei... que homem....
Eu assisti SEIS filmes em novembro... Sim, também estou chocada.

Primeiramente fui com meu namorado, meu irmão e minha cunhada assistir Thor Ragnarok no cinema. Confesso que tinha odiado o filme anterior (O Mundo Sombrio), mas esse filme foi muito bom! Conta sobre o que acontece depois que Loki toma o lugar de Odin e a irmã perdida de Thor e Loki, Hela, tenta destruir o mundo dos vanires (creio que os aesires sequer aparecem no universo Marvel?). Foi um filme cheio de efeitos especiais muito bem produzidos, e, claro, foi bem divertido.




No dia seguinte meu namorado e eu decidimos (oKAY EU DECIDI) assistir dois filmes de terror. Peguei a dica da Cris Bartes do Mamilos e assisti Raw, um filme da nova geração cinematográfica francesa. A fotografia do filme é incrível, e a história em si também é completamente inovadora. O filme é sobre uma garota que cresceu numa família vegetariana e que, depois de ser obrigada a comer carne, meio que pega gosto pela coisa. É um filme bem gore, então cuidado.




Além de Raw assistimos Get Out, um filme que ficou bem popular por causa do trailer no início do ano mas que eu ainda não havia visto. É sobre um homem negro que vai passar um final de semana na casa dos pais da namorada branca que ele ainda não conhece. Ele teme ser vítima de racismo, mas a verdade é muito pior - ainda que próxima do que ele imaginava. Nem vou falar muito sobre o filme pois não quero dar spoilers, mas foi um filme incrível, uma verdadeira montanha russa de emoções.




No fim de semana passado meu namorado e eu fizemos outra maratona de filmes. O primeiro que vimos foi o original da Netflix com o Marshall de HIMYM chamado The Discovery. No filme um cientista descobriu que de fato existe uma vida após a morte - ainda que não saiba exatamente no que ela consiste - e, com essa descoberta, o mundo entra em parafuso e as pessoas começam a cometer suicídio. É um filme de ficção científica e drama, e eu gostei bastante.




Em seguida assistimos - por minha insistência - o filme It Follows. Foi um filme de terror famoso de 2014 no qual uma maldição transmitida sexualmente segue uma pessoa, a não ser que ela transe com alguém e passe para ela - mas, cuidado!, se a pessoa para quem você transmitiu a maldição morrer, ela volta para você. O filme tem um conceito interessante e eu achei a ideia da maldição que te segue para todo lugar original, mas não gostei tanto da execução e, sinceramente, não me assustei em nada com o filme.




Por último assistimos Sete Minutos Depois da Meia Noite. É um filme muito honesto e emocionante sobre um garoto cuja mãe está morrendo de câncer, e que aprende a lidar com a dor e o luto através das histórias de um amigo imaginário fantástico. É um filme muito bem produzido, efeitos especiais incríveis, atores ótimos e um final que me fez chorar muito muito MESMO.

MÚSICA



Esse mês o Fall Out Boy lançou uma música nova, do álbum que irá sair em janeiro (M A  N   I    A). A música se chama HOLD ME TIGHT OR DON'T, e o clipe que fizeram no Dia de Los Muertos no México ficou perfeito. Se quiser ouvir as outras músicas incríveis desse álbum (Young and Menace, Champion e The Last of the Real Ones - minha favorita - dê uma olhada no Spotify ou no canal do Fall Out Boy no YouTube).
________________

E é isso que eu assisti/ouvi de bom em novembro! Espero que tenham gostado da lista. Deixem seus comentários e me digam qual seu sabor favorito de chiclete (quem dizer que é morango leva ban).

Um abraço!

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

O blog estará em hiato de 15/11 até 30/11

Resultado de imagem para wait for it gif

Eyyyyyyy humanos, como vocês estão?

Deixo este post aqui para avisar que não estarei ativa aqui no blog (nem no canal) até o final de novembro. Isso por que a data de apresentação do meu TCC foi marcada (29/11) e eu preciso fazer alguimas correções finais e montar minha apresentação para a banca.

Até o fim do mês eu não terei tempo de escrever ou filmar resenhas nem nada do tipo. Ainda postarei no Instagram sobre o que estou lendo (se tiver interesse, @_illuminath) mas o blog só voltará ao normal em dezembro.

Farei o post das leituras do mês e dos assistidos do mês, mas só postarei isso em novembro.

Espero que entendam! Meu TCC é muito importante para mim, estou trabalhando nele há um ano e meio e finalmente irei apresentá-lo, o que vai culminar na minha nota final e na minha aprovação ou não na faculdade de Letras. Em dezembro a faculdade terá acabado, não haverá mais provas, trabalhos nem TCC, então terei tempo para fazer vários vídeos marotos e postagens cabulosas.

Até lá!

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

O Nome do Vento, de Patrick Rothfuss (ESSE LIVRO É PERFEITO)

O Nome do VentoAutor: Patrick Rothfuss
Título original: The Name of the Wind
Editora: Arqueiro
É bom?: ★★★★ 
Páginas: 656
Sinopse: Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso. Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família no passado. Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade. Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame. Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

Olar, pessoinhas! Tudo bom?

CARA, para tudo o que você tá fazendo na sua vida e vai adquirir esse livro. Sei lá, compre, pegue emprestado, roube do seu coleguinha (depois que ele ler, deixe ele ser feliz também), baixe ilegalmente, sei lá meu, só LEIA ESTE LIVRO. É um dos mais fortes candidatos para melhor leitura de 2017. No vídeo de hoje falarei sobre o conteúdo desse livro, explicarei por que é tão maravilhoso e prometo que nem pareço tão fangirl assim no vídeo.



No momento eu estou lendo a continuação de O Nome do Vento, chamada O Temor do Sábio (na verdade estou quase no fim, menos de 200 páginas para ler - o livro tem mil fucking páginas) e estou amando demais. Só estou triste que o terceiro livro ainda pode demorar uns anos para sair. Bom, fazer o que, pelo menos terei tempo para reler.

Ah, talvez você note que meu cabelo está diferente - eu gravei esse vídeo faz uns dois meses. Sorry :p

Espero que você goste do vídeo! Se já leu o livro ou quer ler, deixe um comentário para nós podermos conversar sobre essa lindeza! 

Um abraço, e até o próximo vídeo!

melanoia:
“This is one of my favorite artworks of kvothe, ~so dreamy~
~by Skadivore on Deviant Art
”
Segura só essa fanart maravilhosa do Kvothe <3

sábado, 4 de novembro de 2017

Tartarugas até la embaixo, de John Green

Tartarugas Até Lá Embaixo
Autor: John Green
Título original: Turtles all the way down
Editora: Intrínseca
É bom?: ★★★ 4.5
Páginas: 256
Sinopse: Depois de seis anos, milhões de livros vendidos, dois filmes de sucesso e uma legião de fãs apaixonados ao redor do mundo, John Green, autor do inesquecível A culpa é das estrelas, lança o mais pessoal de todos os seus romances: Tartarugas até lá embaixo. A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância –, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.

Olá, galeres! Como vocês estão?

Hoje trago a resenha de um livro marotíssimo que li em outubro: o livro mais novo do João Verde. Foi uma resenha difícil de fazer - sempre é difícil falar de livros que amamos - mas fiz esse vídeo de coração, e espero que gostem!



É isso por hoje, galeres! Se você gostou deixe seu like e se inscreva no canal - se quiser!

Mas e aí, já leu o novo livro do John Green? O que acha dos livros dele em geral? Você acha que o podcast deveria se chamar "Dear John and Hank" ao invés de "Dear Hank and John"? Opinem!

Um abraço, e até o próximo vídeo!


Resultado de imagem para turtle gif
Um gif estranhamente específico
que de fato tem a ver com o livro
não só pelas tartarugas.

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Leituras do Mês: Outubro! #2017


Olá, galeres! Tudo bom??

Outubro chega ao fim e com ele o Desafio do Terror se vai. Admito, foi um mês divertidíssimo, adorei as leituras e fazer os vídeos foi um prazer. Não consegui completar o desafio (faltou um livro!) mas já quero fazer esse mesmo desafio ano que vem. Estou até pensando em alguns livros marotos de terror...

Além dos livros do Desafio do Terror, li outras coisas muito interessantes! (que se eu não houvesse lido teria tido tempo de terminar A Ilha de Sangue e completar o desafio mas abafa). Vamos conferir?

Mangás

Fullmetal Alchemist ESP. #11 Fullmetal Alchemist ESP. #12 Fullmetal Alchemist ESP. #13
Em outubro meu irmão fez uma super compra de mangás (comprou pelo menos uns 10) e dentre eles estavam os três volumes mais recentes de Fullmetal Alchemist.; font-size: small;"> Já li os volumes novos (MUITO BONS, o décimo terceiro principalmente termina com um cliffhanger horrível e eu tô quase baixando o mangá pra terminar de ler SE CONTROLA NATHALIA). Eu tô pensando em fazer um vídeo de FMA no canal, me digam o que acham da ideia!

Livros

Menina Má A Maldição do Wendigo Edgar Allan Poe: Medo Clássico
Tartarugas Até Lá Embaixo The Amazing Book is Not on Fire O Sorriso da Hiena

O outubro do terror foi muito produtivo! No início do mês eu tinha estabelecido que leria cinco livros de terror (veja o vídeo do Desafio do Terror) e no final das contas eu consegui ler seis livros! Tá, dois deles não eram do desafio do terror, mas E DAÍ. Fora ter lido seis livros, quatro de terror, o mês também foi muito produtivo no canal. Postei uma resenha para cada livro lido (4), uma resenha de House of Leaves (livro de terror que li no início do ano), um Unboxing mostrando o livro Edgar Allan Poe: Medo Clássico, uma La Caixita e um vídeo estilo daily vlog sobre a vez que joguei esconde-esconde sozinha. Foram oito vídeos!




Fora esses livros do desafio, também li Tartarugas Até Lá Embaixo, o livro novo do John Green. O João Verde nunca decepciona: eu sempre leio os livros dele com muito gosto e muito rápido. Já cheguei a ler Cidades de Papel umas cinco vezes, e uma delas foi em um dia. Ainda assim, ter lido Tortugas em dois dias foi uma surpresa: li o livro e ainda consegui escrever o TCC, ir para a faculdade, dormir seis horas por noite, etc. Eu adorei a leitura e mal posso esperar para ler de novo no meio do ano que vem (eu amo reler os livros do John). O livro é sobre Aza Holmes. Recentemente um homem multi milionário que morava em sua cidade desapareceu, e a polícia oferece um prêmio de cem mil dólares a quem tiver alguma ideia de como encontrá-lo. Aza era melhor amiga do filho desse homem quando era criança, e Daisy, melhor amiga de Aza, quer aproveitar a conexão para embolsar o dinheiro. O livro foi incrível, emocionante, belo, divertido, tudo o que eu imaginava. Mas eu não me vi na Aza do mesmo jeito que me vi no Quentin (Cidades de Papel), na Hazel (A Culpa é das Estrelas) e no Miles/na Alasca (Quem é você, Alasca?). Enfim, a história é incrível e esse livro está no meu coração. Mas não é meu favorito do John Green.

Também li The Amazing Book is Not on Fire. Já escuto gritos distantes de "COMO ASSIM VOCÊ LÊ LIVRO DE YOUTUBER?!". A verdade é que eu não acompanho muitos youtubers/canais, e dentre esses poucos youtubers estão o Dan e o Phil. Já faz pouco mais de um ano que eu acompanho os vídeos deles, mas só recentemente comecei a acompanhar o DandAndPhilGAMES e por isso decidi comprar o livro. Estava barato, eu adoro os dois, pensei: por que não? Acontece que o livro é divertidíssimo, o trabalho gráfico é excelente e não vejo absolutamente nada de errado em ler livros de youtubers. Foi uma ótima compra e eu adorei o livro, já quero ler tudo de novo 10 vezes.

Agora vamos para a ATUALIZAÇÃO DA META DE LEITURA!!

passthedennerresin:
“is that not what the book’s about?
”
Um nome alternativo para O Nome do Vento: "Empréstimos
Estudantis e um Pouco de Magia".
Finalmente comecei a ler O Temor do Sábio e já passei da metade, talvez eu termine em novembro! A verdade é que eu abandonei a leitura do livro físico e acabei lendo por e-book. O livro físico me custou $15, mas tem quase mil páginas e eu simplesmente não estava conseguindo carregá-lo para o trabalho/faculdade/ônibus como geralmente faço. Lendo por e-book eu consigo ler pelo celular, que está sempre comigo anyways.

O livro está INCRÍVEL, não melhor que o primeiro mas MUITO BOM, e eu quero me casar com o Kvothe.
________________________________

E foi isso que eu li em outubro! Foi MUITO divertido fazer o desafio do terror, li livros excelentes e aterrorizantes e já quero repetir. Fora isso li outras coisas muito maneiras e no geral estou contente. Aliás, só mais uma coisa: EU TERMINEI MEU TCC! Digo, terminei o primeiro e o segundo capítulo, mas agora só preciso fazer sumário, resumo, introdução e afins, TÁ QUASE NO FIM. Nem acredito que até o final do ano serei uma pessoa com um DIPLOMA.

Enfim galeres, espero que tenham gostado do post e do Outubro do Terror. Deixem nos comentários os livros que leram - de terror ou não! - e vamos discutir por que é errado colocar sazon na pipoca.

Até a próxima! =D

Como eu queria gastar minha vida em uma imagem.

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

O Sorriso da Hiena, de Gustavo Ávila

O Sorriso da HienaAutor: Gustavo Ávila
Editora: Verus
É bom?: ★★3.5
Páginas: 266
Sinopse: É possível justificar o mal quando há a intenção de fazer o bem? Atormentado por achar que não faz o suficiente para tornar o mundo um lugar melhor, William, um respeitado psicólogo infantil, tem a chance de realizar um estudo que pode ajudar a entender o desenvolvimento da maldade humana. Porém a proposta, feita pelo misterioso David, coloca o psicólogo diante de um complexo dilema moral. Para saber se é um homem cruel por ter testemunhado o brutal assassinato de seus pais quando tinha apenas oito anos, David planeja repetir com outras famílias o mesmo que aconteceu com a sua, dando a William a chance de acompanhar o crescimento das crianças órfãs e descobrir a influência desse trauma no crescimento delas. Mas até onde William será capaz de ir para atingir seus objetivos? Em O sorriso da hiena, Gustavo Ávila cria uma trama complexa de suspense e jogos psicológicos, em uma história que vai manter o leitor fisgado até a última página enquanto acompanha o detetive Artur Veiga nas investigações para desvendar essa série de crimes que está aterrorizando a cidade.

Olar, pessoas! Como vocês estão?

Hoje trago o derradeiro vídeo do Outubro do Terror para vocês! É uma resenha do livro nacional O Sorriso da Hiena, basicamente um livro sobre um psicopata inusitado. Neste vídeo, além da resenha do livro, você verá a conclusão do Outubro do Terror e poderá conferir em tempo real a luz da minha casa acabando e eu morrendo de susto por causa disso. Aproveite!



Se você gostou do vídeo, deixe um comentário com sugestões para outros vídeos e ideias para melhorar o canal. Não se esqueça de me dizer qual seu tipo favorito de pisca-pisca: comum, LED, cascata, banco ou colorido? Ah, se tiver um tempo, me recomende livros de terror para o Desafio do Terror do ano que vem!

Um abraço, até o próximo post!


Resultado de imagem para slasher gif