sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Desafio do Terror #1 - A Bruxa de Blair

Título original: The Blair Witch Project.
Direção e roteiro: Daniel Myrick e Eduardo Sánchez
Duração: 86 min.
É bom? ★★
Sinopse: Em outubro de 1994, três estudantes entraram nas florestas de Burkittsvile, EUA, para filmar um documentário sobre uma bruxa. Jamais foram vistos novamente. 1 ano depois, as imagens foram encontradas. Alegado como sendo um documentário (pois foi filmado pelos estudantes como esse intuito), o filme mostra os angustiantes e assustadores últimos cinco dias de Heather, Joshua e Michael perdidos nas florestas de Burkittsville após entrevistar moradores do local, eles encontram e ouvem na floresta coisas estranhas, como gritos, choro de crianças, inexplicáveis pilhas de pedras e galhos amarrados em árvores. 



Oi galerinha bonita, como vão?
Há um pouco mais de uma semana eu inventei o mirabolante Desafio do Terror 2013. Se você perdeu esse post, pode conferi-lo aqui. No post em questão eu pedia sugestões de filmes de terror para resenhar no blog. O Luciano do blog .Livro me recomendou este filme, que eu assisti no mesmo dia da recomendação e... detestei.
Bom, eu adoro filmes de found footage e câmera amadora. Dá aquela sensação de que é de verdade, de que isto aconteceu com a pessoa e pode acontecer contigo. Adoro Marble HornetsTribeTwelveeverymanHYBRID... Mas a magia não aconteceu com A Bruxa de Blair.
O filme é de 1999, mas nada explica a baixa qualidade. Eu amo ler resenhas de livros e de filmes, e li tanta resenha positiva de A Bruxa de Blair que o filme tinha a obrigação de ser melhor do que todas as séries que citei anteriormente. Todas as três séries são amadoras, feitas por um bando do adolescentes que não eram atores, diretores e nem roteiristas, não tinham conhecimento cinematográfico, mas que pegaram uma câmera e fizeram um trabalho muito melhor do que os diretores de A Bruxa de Blair.
O filme conta a história de Heather, uma mulher que é fissurada por um lenda de uma cidade próxima à dela. Essa cidade se chama Burkttisville, mas no passado seu nome era Blair. E, diz a lenda, lá havia uma bruxa.

  
  
  

O maior problema do filme é não explicar exatamente o que diabos a bruxa tem a ver com tudo isso. Eles dizem que:
1) Existe uma bruxa;
2) Ela usava um xale;
3) Ela era peluda e tinha uma cara estranha.
Mas, logo em seguida, eles tocam em outro assunto: um velhinho (homem, só para deixar BEM claro) matava crianças na casa dele. Ele levava duas crianças por vez e deixava uma no canto enquanto matava a outra. Dizem que ele não gostava do olhar assustado da outra. E, dois minutos depois, você recebe a informação de que o velhinho tinha assassino sete crianças. Tipo, o que a bruxa tem a ver com isso? Eu até entenderia se dissessem que ela enfeitiçava o homem ou algo assim, mas nada é dito. E, se o homem não gostava de olhares, por que levava duas crianças? Quem garantia que a criança ia ficar no canto sem olhar para ele? E se ele levava duas crianças por vez, por que as vitimas foram 7, e não 6 ou 8?
A história de A Bruxa de Blair tem muitos furos.



No entanto todas essas informações estranhas são dadas pelos moradores de Burkttisville. O filme de verdade ainda não começou. 
Após recolher histórias e declarações dos moradores da antiga Blair, Heather e sua equipe partem para a segunda parte do documentário que estão gravando: vão procurar a bruxa no meio da floresta. 
Uma coisa que eu aprendi com o seriado Sobrenatural é: se dizem que uma casa/hospital/floresta/etc é assombrado, não vá para lá. Heather, Joshua e Michael ignoram completamente essa dica camarada e vão até a floresta. Na verdade você percebe que, em nenhum momento da fita, eles acreditam que os acontecimentos sejam reais. Então você entende por que eles tomaram tão pouco cuidado.
Agora me responda: mesmo que você não acredite que está indo a um lugar mal assombrado e coisas ruins podem acontecer, QUE TIPO DE SER HUMANO leva só UM mapa pra ficar no meio de uma floresta com animais e água? Que tipo de ser humano leva pouca comida para uma viajem ao meio do nada? Sério, sempre há a possibilidade de se perder ou acabar sofrendo algum acidente e perdendo o mapa e a comida. É falta de inteligência fazer isso.
Mas okay, eles vão até a mata, perdem o único mapa que tinham e ficam sem comida. E absolutamente NADA de legal acontece no resto do filme. O filme todo é eles perdidos na mata, brigando um com os outros. Só isso.
Foi por isso que eu não gostei de A Bruxa de Blair.
Agora vou descrever a única parte que gostei do filme e achei boa. Coincidentemente, este é o final. Então, se você NÃO quer spoilers, não leia esse trecho em branco:
No final do filme eles vão até uma casa abandonada que eu acredito ser a casa do velhinho que assassinava crianças. Lá eles ouvem algo no andar de cima e, quando Heather chega lá separada de Michael, ela o vê no canto da sala. Depois de gritar para ele se virar e falar com ela, Heather cai e a câmera quebra, e permanece filmando um pedaço da sala onde parece não haver nada. Se você olhar bem, pode ver uma senhora velha de xale nessa parte da fita. Aí o filme acaba. O que eu mais achei original foi isso de o Michael estar no canto. Isso remete que eles eram duas crianças e foram levadas até ali para serem mortas. Muito inteligente. Mas isso não me fez gostar do resto do filme, que foi terrível.


É isso gente, obrigado por lerem minha enorme opinião sobre o filme. Vocês já viram o filme? O que acharam? Querem ver? Essa é só a minha opinião, sintam-se a vontade para dizer que amaram o filme e que sou uma retardada que não entende nada de arte USAUHSUASHA'.
É isso, até a próxima. Aliás, quem quiser dar uma dica de filme de terror eu estou aceitando =D

Filmes assistido até o momento: 1/25
1 - A Bruxa de Blair




terça-feira, 22 de janeiro de 2013

La Caixita #16


Olá pessoas queridas, como estão?
Bom, como eu prometi na última La Caixita, eu não ia deixar acumular mais de seis livros para mostrar. Eu já tinha alcançado os seis livros e estava com preguiça de fotografar (T.T), mas aí encomendei mais alguns, entrei em desespero (só estou exagerando um pouco) e decidi fazer esta Caixita antes que eles cheguem. Estão preparados?


O primeiro livro que chegou foi Desaparecido para Sempre, do Harlan Coben. Estou completamente apaixonada pelos livros dele, este é o terceiro que leio. Na verdade estou lendo e, assim que acabar este post, vou retomar a leitura e ver se termino *O*
O livro veio em parceria com a Editora Arqueiro.


Há algumas semanas a série das Crônicas de Gelo e Fogo estava numa promoção maravilhosa na Submarino: todos os cinco livros por R$60,00. É óbvio que aproveitei e comprei todos. No momento estou lendo A Guerra dos Tronos =D


Esses livros são MUITO grossos. Vocês já devem ter visto eles numa livraria. Empilhando os cinco primeiros a pilha fica quase do tamanho da minha outra pilha de livros para ler. E olha que a outra pilha tem 17 livros!


Apesar de o terceiro livro da série ter mais páginas, A Dança dos Dragões é bem maior, a lombada e muito grossa. É minha capa favorita da série até o presente momento, mesmo eu achando que a Daenerys devia aparecer na capa, e não só na orelha u.u


Os três primeiros livros da série vieram nessa caixa linda! Sério gente, essa caixa é maravilhosa. Tem o Eddard da série da HBO sentando no trono (sentando no trono... vish HSUAHSUAHSUAHU).


Todos os livros empilhados! Desaparecido para Sempre fica levemente desaparecido no meio desses livros enormes ><
Espero poder ler todos eles logo, estou muito ansiosa.
E vocês, já leram algum livro do Harlan Coben? O que acharam? A As Crônicas de Gelo e Fogo, já leram? Assistiram o seriado Game of Thrones? Contem!

Beijos,
N!

P7uObs


sábado, 19 de janeiro de 2013

O Círculo de Pedra, Ricardo Costac


O Círculo de PedraTítulo: O Círculo de Pedra - As Lendas Vivem
Autor: R. Costac
Páginas: 600
Editora: Novo Século - Coleção Novos Talentos da Literatura Brasileira
É bom? ★★★
Livro no Skoob: O Círculo de Pedra
Sinopse: Você seria capaz de guardar o maior segredo de todos os tempos?
 O que você faria se tivesse que guardar o maior segredo de todos os tempos e nunca... nunca pudesse revelá-lo a mais ninguém? E se tivesse que conviver com um segredo tão incrível que mudaria sua vida para sempre?
 Cinco jovens estudantes descobrem um segredo guardado por quatrocentos anos que os fará viver a maior aventura de suas vidas. Eles serão levados a descobrir coisas inacreditáveis nessa fantástica jornada, desafiando constantemente suas habilidades, inteligência e coragem.

O Círculo de Pedra. Livro Nacional. Um dos melhores livros nacionais que já li. Sem nenhum tipo de exagero, simplesmente foi um livro fantástico. Em vários sentidos.

Foram seiscentas páginas que mal vi passando. 

O livro conta a história de cinco crianças que vão estudar numa escola. Cada uma dessas crianças veio de um lugar do mundo. Daniel e Margaret são irmãos e vieram de Londres, na Inglaterra. Rafael nasceu em terras tupiniquins e deixou sua família no Brasil em busca de uma boa educação. Marc é um jovem músico talentoso que nasceu na França e Chester é um rapaz que adorava cavalgar despachado direto do Texas, nos EUA. Essas crianças se reúnem na Escola Internacional do Atlântico, que fica na Ilha da Coroa.

A Escola Internacional do Atlântico é uma escola super conceituada no mundo todo, aceitando crianças prodígio vindas de qualquer parte do planeta. No entanto, é uma escola rígida e levemente sombria. E, para o azar de todos, esse ano a escola recebeu cinco alunos que estão dispostos a desvendar todos os mistérios do lugar.

Rafael, o brasileiro, foi meu personagem predileto durante o livro todo. Assim como ele, passo grande parte do meu dia lendo e escrevendo (e estudando). Mas devo admitir que também me pareço com Daniel, pois adoro desvendar um bom mistério.

Aliás, mistérios não faltam naquela escola. E logo Daniel e seus amigos se sentem seduzidos por alguns acontecimentos: por que a água em torno da ilha bate contra as pedras de todos os lados, não apenas em um? Que tipo de segredo alguns professores guardam? O que tem na florestas que é tão perigoso assim?

Sinceramente, não dá para falar muito do livro sem dar spoilers. Eu acha que a história ia se restringir à Ilha da Coroa, mas o autor vai mais além. Nossa, como é difícil falar desse livro sem revelar o segredo! Realmente é algo que eu não conseguiria guardar. Acho que esse livro devia ser leitura obrigatória para as crianças. É um livro maravilhoso para qualquer pessoa de qualquer idade ler (isso se uma criança aguentar ler um livro desse tamanho, haha XD).

A questão é que O Círculo de Pedra é mais do que um livro de aventura. Ele é um rito de passagem. Os acontecimentos levam as crianças e os professores a enfrentarem seus medos e não medirem esforços para cumprirem seu objetivo (você, leitor, não deve ter a menor ideia do que estou falando. Leia o livro e você entenderá perfeitamente). Eles se encontram em situações onde sua coragem, companheirismo, inteligência e amizade são postos a prova. Cada um dos personagens (um mais especial que o outro) tem seu momento de provar o quão bom é em algo, cada um tem um dom que os ajuda a passar por um novo obstáculo. O Círculo de Pedra mostra como é importante agirmos em equipe para superarmos alguns momentos de nossas vidas.

Nossa. Nem consigo acreditar que há algum tempo atrás tudo o que eu tinha era um grupo de adolescentes temerosos por ir morar longe dos pais. Agora, depois de tanta coisa, tudo parece muito distante. Enfim, adorei o livro! Se eu conseguiria guardar o maior segredo de todos os tempos? Não! Haha, iria querer contar para todos (e quase contei umas mil vezes durante a escrita dessa resenha)! Esse livro me proporcionou uma aventura sem igual! E como pode acabar assim? Preciso da continuação pra ONTEM! 

Espero que vire um filme *----*

R. Costac nasceu na cidade do Rio de Janeiro no verão de 1961. É formado em História e Geografia; e por alguns anos, lecionou em cursos de pós-graduação que lhes foram particularmente gratificantes. Atua profissionalmente na indústria farmacêutica onde conheceu muitos amigos e pessoas interessantes. Desde muito jovem é apaixonado pelas questões de Astronomia, Arqueologia e Geologia. Sempre foi um dedicado frequentador de museus de diferentes áreas de conhecimento e por toda a vida esteve rodeado de livros que o inspiraram a escrever a sua primeira obra. Casado e com dois filhos, mora atualmente em Curtiba no Paraná. O Círculo de Pedra é o primeiro de dois volumes de uma grande aventura que atravessa séculos.

Book trailer:



quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Os livros mais bonitos da minha estante


Oi seus lindos, como vão?
Adorei as dicas de filmes de terror que me deram e PROMETO considerar todas. Na verdade já assisti (depois do post, claro) dois filmes que recomendaram, mas não vou dizer quais, descubram na hora das resenhas. Aliás, se quiser dar uma dica de um filme de terror que você tenha gostado muito, pode escrever nos comentários dessa postagem mesmo =D
Bom, este é o vídeo onde mostro os 10 livros mais bonitos da minha estante. Como o título é auto-explicativo, vamos ao vídeo!


Considerações: 
1- O áudio está decente, na minha humilde opinião, então não precisa manter o volume da caixa de som alto =D
2 - Eu cortei muitos trechos meus falando "huuum" ou "aaaah", e outros em que ficava pensando muito, então o vídeo tá bem compacto. Ele sem nenhuma edição tinha (pasmem) 15 minutos!
3 - Podem criticar meu desempenho no vídeo. Se gostaram digam, se não gostaram digam também (mas com educação XD) e deêm dicas para os próximos!
4 - Espero que gostem =D


quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Resenha de Cilada, Harlan Coben


Título: Cilada

Editora: Sextante
É bom? ★★★
Páginas: 272
Sinopse: Haley McWaid tem 17 anos. É aluna exemplar, disciplinada, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Por isso, quando certa noite ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia dela, todos na cidade começam a imaginar o pior. O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai a seu encontro. Ao chegar ao local, ele é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida. Na junção dessas duas histórias está Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan e que se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou apenas nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente. Nas investigações da morte de Dan e do desaparecimento de Haley, verdades inimagináveis são reveladas e a fragilidade de vidas aparentemente normais é posta à prova. Todos têm algo a esconder e os segredos se interligam e se completam em um elaborado mosaico de mistérios. Nada é o que parece e tudo pode ser desfeito até a última página



Só é necessária uma coisa na capa de um livro para que ele se torne um sucesso: o nome do Harlan Coben.

Talvez eu esteja sendo levemente precipitada, afinal de contas, só li dois livros dele na minha vida: "Confie em mim" e "Cilada". Mas estes dois livros estão entre os melhores romances policiais que já li na minha vida.

Assim que o livro chegou na minha casa (cortesia da Editora Arqueiro, que faz livros simplesmente incríveis) minha mãe pegou e disse "Nossa, que capa bonita". Quando li a sinopse para ela, senti que ela ficou meio tensa, haha XD

Enfim, o livro começa com Dan Mercer, um assistente social. Ele recebe uma ligação de uma garota desesperada e parte para encontrá-la. O que ele não sabia era que aquilo tudo era uma cilada para pegar um pedófilo. Wendy Tynes, uma repórter, tem um programa de televisão onde pega pedófilos e os expõem para a sociedade. Dan é a nova vítima de Wendy. 

No entanto depois de um tempo, Dan é inocentado e Wendy não se conforma com isso. Mas logo Dan é morto por um dos pais de crianças que acusaram Dan de ter estuprado seu filho, Ed Grayson. Wendy é a única testemunha. E, o pior de tudo: um pouco antes da morte de Dan, ela estava começando a pensar que podia estar errada ao respeito dele e que ele podia não ser um pedófilo.

Do outro lado da história está Haley McWaid, uma adolescente muito bem comportada e aluna exemplar. O único problema é que ela está desaparecida e não há nenhuma pista do que lhe aconteceu.

A história de Dan, Wendy e Haley se choca numa situação improvável e eletrizantes. Aliás improvável e eletrizante são duas palavras que eu facilmente escolheria para descrever este livro. O enredo dele é tão intricado e, ao mesmo tempo, o livro não fica monótono com tanta coisa a ser desvendada. Acho que o que eu mais gostei neste livro é que não foi um detetive que foi resolver o mistério, mas uma repórter. Isso deu um toque diferenciado ao livro.

E, além de toda a bagagem criminal que já esperamos do livro, ele também é muito emocionante. Desde a pena que você sente por Dan, as lágrimas que você derrama pela família desesperada por respostas de Haley e todos os sorrisos que você desperdiça com as falas rápidas e inteligentes de vários personagens. E, a mais intensa das emoções que você sente: a compaixão pelo erro de Wendy e sua missão em tentar se redimir. O livro é, além de instigante, muito emocionante.

E, sim, Harlan me enganou perfeitamente! Não consegui descobrir o mistério do livro. Na verdade, ele fez uma coisa tão bem feita que tudo indica uma conclusão óbvia. Mas depois, no final, você estava seguindo na direção errada sem saber, mesmo tendo tido (?) a oportunidade de seguir o raciocínio correto. Acho que soei confusa nesse paragrafo. Leia mais algumas vezes e você vai entender.

Bom, eu adorei o livro e pretendo ler todas as outras obras do Harlan Coben. Ele é um dos melhores autores do gênero.

E bom, eu simplesmente AMEI o final do livro. Tudo o que eu NÃO esperava aconteceu. Juro, tudinho. O Harlan acabou com todas as minhas suspeitas de uma forma TÃO genial que me sinto meio idiota. E ele seguiu todas as regras para a criação de um romance policial, o que me deixou muito feliz! Me pegou dessa vez. A última frase do livro me causou muitas lágrimas. Adorei todos os personagens (inclusive o Win, haha) e principalmente a Wendy. Pretendo colecionar os livros do autor. Estou louca pelo próximo na minha lista!



segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Feliz dia do leitor! õ/


Olá, seus lindos! Hoje é nosso dia, dia dos leitores!
Com que livro pretendem comemorar essa fabulosa data? Estou lendo Morte Súbita *O*
Bom, eu não queria fazer um retrospectiva literária de 2012. Mas então decidi fazer por que sou uma pessoa indecisa e sei lá, deu vontade!
Vamos ver o que aprontei ano passado:

Li exatamente 90 livros. O primeiro do ano foi Binno OXZ e o Clã de Prata, de autor nacional! O último foi Dezessete Luas, o segundo da série Beautiful Creatures.

10 melhores livros de 2012:

1 – Divergente
Livro mais do que maravilhoso! É uma distopia. Sério gente, amo Jogos Vorazes, mas achei Divergente muito melhor. As cenas, os medos, as superações... nossa! Os personagens são muito bons e as cenas, lindas! Minha favorita, que me fez sentir o ar no rosto e a adrenalina no sangue, foi a da tirolesa. Amei o livro e espero loucamente pela continuação, que parece que vai sair em maio deste ano =D


2 – A Culpa é das Estrelas
Primeiro livro do John Green que leio e já virou um dos meus autores favoritos. Conta a história linda da Hazel, uma garota que é paciente terminal e tem câncer de pulmão, e de Augustus, um rapaz que está livre do câncer e que amputou uma perna. Chorei muito com o livro e preciso adquirir urgentemente os demais livros do João Verde.


3 – Dezesseis Luas
Primeiro livro da série Beautiful Creatures, Dezesseis Luas é um livro sobre bruxas, mais precisamente, Conjuradores. Conta a história de Ethan, um rapaz que odeia a cidade em que mora, até que conhece uma garota misteriosa que tem família na cidade ele e, é CLARO, vai morar lá. O livro é maravilhoso, e o melhor é que mês que vem estréia o filme! *O*


4 – Harry Potter e o Enigma do Príncipe
Meu filme favorito da saga é também meu livro favorito. Eu já tinha visto todos os filmes de Harry Potter, mas ainda não tinha lido os livros. Comecei a ler em janeiro e já tinha terminado em março, foram lindos! Adorei demais ler a série. Foi difícil escolher qual livro gostei mais, mas no final foi, sim, Harry Potter e o Enigma no Príncipe =D


5 – A Esperança
Desfecho da trilogia mais amada de 2012! Todos estavam na expectativa de como seria o final de Jogos Vorazes e o livro não decepcionou. Digo, fora o fato de o livro parecer se religioso (um pássaro branco debaixo dos dizeres "A Esperança" causa equívocos"), é muito legal! Cadê o filme de Em Chamas? 


6 – Jogador Número Um
Este livro me conquistou totalmente. Se passa no futuro, numa sociedade onde a realidade é tão miserável que passar o dia todo dentro de um jogo de realidade virtual é o único jeito de ter uma vida digna. A vida de todos gira em torno do O.A.S.I.S. As pessoas trabalham no jogo e consumem produtos ali. O jovem Wade é uma dessas pessoas que vivem dentro do OASIS. Ele não é bonito, mas é um grande nerd. E ser nerd é essencial num mundo onde o maior prêmio em dinheiro depende do seu conhecimento sobre video-games, seriados antigos e filmes sobre robôs! Eu amei demais este livro <3 Tomara que vire filme.


7 – Binno OXZ e o Clã de Prata
Ae, um livro nacional! Foi o primeiro livro de 2012 e eu o amei do fundo do coração. Conta a história de Binno, um garoto que não sabe muito sobre suas origens, mas está prestes a descobrir. É um livro de ficção-científica futurístico e tecnológico. Simplesmente maravilhoso. Aliás, a arte interna do livro é MARAVILHOSA. Leiam, sério.


8 – O Mapa do Tempo
É sobre viajem no tempo, então é magnífico! Na verdade, nem todo livro sobre o tema é bom, mas vemos isso mais adiante. Enfim, eu li o Mapa do Tempo esse ano e o amei tanto que nem cabe em palavras. Eu queria VIVER a história deste livro, ela é linda! Mas cuidado, viajantes que ainda são novatos: o livro é 85% narração. Sim, há pouquíssimos diálogos. Se você quer mesmo ler e tem disposição para tanto, vá em frente. Está prestes a ter uma experiência sem igual.


9 – Garotas de Vidro
Este livro é forte, e por isso gostei dele. Trata de vários temas que pessoas tentam fingir que não existem: bulimia, anorexia, auto-mutilação, depressão e suicídio. Sabe, você nunca diz "Cara, é só câncer de pulmão, relaxa!". Por que dizer que é "apenas depressão"? É um problema grave, também. Só quem já passou por essas coisas sabe como é. É por isso que amo a autora. Ela teve contato com várias garotas guerreiras que contaram a ela suas experiências e escreveu um livro de alerta maravilhoso. Eu te amo, Laurie! <3

10 – A Invenção de Hugo Cabret
Ainda não leu o livro e nem viu o filme? VÁ CORRENDO! A história é linda demais. É um misto de biografia com ficção. Conta a história de Hugo, um garoto órfão que mora dentro de uma estação de trem, arrumando os relógios na Paris de 1910. Tudo começa quando ele tenta roubar algumas peças de uma loja de brinquedos (autômatos, na verdade) e o dono o pega. O livro é lindo, todo ilustrado pelo autor, e o filme tem imagens fabulosas, como essa que coloquei para ilustrar o post. Sim, tem essa cena no filme! É maravilhoso mesmo, te dá uma aula sobre cinema que você nunca vai esquecer!


 Menção honrosa: O Círculo de Pedra
Este livro é incrível! Ele em 600 páginas, mas a história é tão incrível que você não consegue desgrudar de jeito nenhum. Eu li ele em 5 dias (um bom tempo, contando que tenho vida social, haha). O livro conta a história de cinco crianças de países diferentes do mundo e que vão estudar num internato. Lá se metem em mil e uma confusões (não necessariamente apenas no internato... SPOILER!). Eu recomendo ele. Não entrou nos favoritos mas quis falar que é bom mesmo assim =D


Três decepções de 2012:


1 – Conselho de Amiga
Três defeitos que destruíram o livro:
1 - Todas as personagens são fúteis, superficiais e parecem a mesma pessoa. Desde a personagem principal até a vendedora da loja, que fala uma vez no livro. Parecem a mesma pessoa falando, agindo e pensando.
2 - A história não tem rumo! A autora começa com uma coisa, no meio aparece outra, depois uma outra e termina de outra forma, e nenhum acontecimento tem uma conexão entre si. 
3 - A narrativa dá sono. Sem mais.


2 – Branca de Neve e o Caçador
Simplesmente não gostei. O livro foi chato, a narrativa vaga, cheia de furos! Não vi o filme, mas tenho certeza que é melhor que o livro. Os autores do livro (são quatro para escrever menos de 150 páginas) não nasceram para isso e é melhor ficarem apenas como produtores cinematográficos. Odiei o livro, sim! Olha, eu sei que a diagramação é linda, as ilustrações também, mas isso não muda que a história é um fracasso. Pronto, falei.

3 – Tempest

ODIEI ESTE LIVRO. Sabe gente, meu tema favorito é viajem no tempo. Amo DEMAIS qualquer tipo de ficção científica com o tema. O Mapa do Tempo, que listei como um dos melhores do ano, é um livro com o mesmo tema de Tempest, e eu amei. 
Mas Nath, por que não gostou de Tempest? Em primeiro lugar, eu não só não gostei como odiei. Não terminei de ler, mas li 70% do livro. Em segundo lugar, eu digo mesmo: NÃO RECOMENDO.
Agora vou explicar por que: O livro é superficial. A narrativa masculina é um saco e parece uma moça narrando. Diferente do Ethan de Dezesseis Luas, que parece mesmo um homem quando narra. Mas enfim. Jackson tem o poder mágico de viajar no tempo. Já começou errado. Como assim, poder sobrenatural? VIAJEM NO TEMPO É UMA POSSIBILIDADE! Se pudéssemos criar uma máquina maior que o planeta e colocar uma pessoa numa cápsula que viaja na velocidade da luz, teríamos uma máquina do tempo que viaja pro futuro! É possível, mas inviável. Ou seja, a partir do momento em que você escreve um livro com este tema, ele é FICÇÃO CIENTÍFICA, e não um SOBRENATURAL.
Outro ponto: a ideia de viajem no tempo do Jackson não faz sentido. Ele vai pro passado, DEIXA O CORPO NO PRESENTE, viaja espiritualmente (ou seja lá como foi que a autora criou essa... ideia de viajem no tempo), mas mesmo estando só com o espírito lá ele pode interagir e fazer o que quiser. E, o melhor: quando ele volta pro futuro, nada aconteceu! Surpresa! Ah, desculpe. Não posso engolir uma coisa mal feita e mal pesquisada dessas. Eu escrevo um livro sobre Viajem no Tempo e, sem modéstia nenhuma, o enredo é melhor que o deste livro.

Senti que esculachei demais este livro, nossa. 
*respira fundo*

Minha meta de 2013 é ler 50 livros. Se eu cumprir esta meta, fecho o ano feliz! Estarei trabalhando a partir de fevereiro e estou feliz com meu emprego de bibliotecárias, mas não me sobrará muito tempo para leitura. Só espero amar mais os livros que tenho e me apaixonar por mais histórias. Que 2013 traga livros tão bons quanto esses de 2012! 

Bom gente, foi isso!
Meu ano de 2012 foi muito movimentado, eu diria. Espero ler bastante em 2013!
Feliz ano novo atrasado a todos!



Só para finalizar, uma foto bem feliz da minha pessoa com o melhor livro de 2012 *-----*
Até o próximo post, seus lindos!

sábado, 5 de janeiro de 2013

La Caixita #15


Olá, meus queridos leitores <3
Eu deixei este belíssimo blog sem atualizações por dois meses e a última La Caixita foi no meio de Outubro. Isso só significa uma coisa: MUITOS LIVROS CHEGARAM.
Eu não gosto de acumular livros pra colocar na Caixita, então eu PROMETO que não vou mais deixar isso acontecer. A partir de agora vou deixar, no máximo, seis livros por Caixita. Por que se não fica muita coisa para mostrar.
Já que é coisa pra caramba, vamos começar!
Só para constar, não vou colocar os livros na ordem de chegada, até por que não lembro exatamente quando ganhei/comprei cada um deles. Os que eu lembrar eu vou escrever em baixo.


Comprei quatro livros do Neil Gaiman. Desde que eu vi a resenha da Bell no Nem Um Pouco Épico de Deuses Americanos, fiquei louca pelo livro. Eu gosto da capa (sim, meu gosto é duvidoso). Eu fui ver quanto era e me assustei com o preço. Mas então eu estava navegando pela Submarino e vi que os quatro livros (na verdade dois livros e duas graphic novels) estavam por 30,00. JUNTOS. Comprei na mesma hora. Deuses Americanos, Lugar Nenhum, Sinal e Ruído e Mr. Punch.


Estes são dois livros que quero faz tempo. Túneis é da Rocco (ou seja, custa os olhos da cara). Mas uma moça bondosa quis trocar comigo no skoob e eu aceitei. O livro veio em perfeitas condições, é lindo demais! Pretendo ler ele logo! Já o livro O Jovem Sherlock Holmes - Gelo Negro eu ganhei de Natal da minha mãe. Eu tinha pedido o Parasita Vermelho, que é o volume dois, mas ela me deu esse, que é o três. Mesmo assim eu adorei! Pretendo comprar o segundo na semana que vem.


Ganhei de Natal de uma das minhas tia o Box com três livros da Felina Cristina (A Gata Christie -q). Estes livros são Assassinato no Beco, Treze à Mesa e Os Elefantes não Esquecem. Eu já li três livros dela e gostei bastante, espero ler esses três de uma vez!


Memórias da Lua Cheia é um livro nacional LINDO. Ainda não li, mas é minha próxima leitura. Recebi ele em forma de parceria com o autora Andressa Andrião. Ela me mandou vários marcadores, mas esqueci de tirar foto deles T.T Pretendo fazer um booktour com este livro. Já a biografia do Ozzy é do meu irmão, mas estava logo ali então tirei foto também. Já li este livro e é MARAVILHOSO.


A Janela de Overton eu ganhei de cortesia da Novo Conceito. Este livro, na verdade, eu troquei pelas Granas da página dos parceiros da Editora. Então ele foi um presente, não um livro de parceria. Já A Aprendiz, continuação de O Clã dos Magos, eu pedi e quero ler em breve (o livro é muito grande, gente!).


Ganhei Puros de presente de Natal de minha mãe. O livro é lindo pessoalmente, essa borboleta é simplesmente... chamativa. Na contracapa tem a mesma borboleta, só que seca e morta. O Preço de Uma Lição também ganhei de presente, junto com A Janela de Overton. Já li (foi o primeiro livro de 2013) e gostei muito! É de autores nacionais =D


Ganhei Morte Súbita de Natal de uma das minhas tias. O livro é muito lindo pessoalmente, macio, bem acabado. Melhor: cheiroso! Estou lendo no momento e gostando muito. Não mais do que Harry Potter, mas o livro é surpreendente! Fios de Prata eu ganhei num amigo secreto. Na verdade eu ganhei um vale-livro na livraria da cidade e troquei por este. É do autor nacional Raphael Draccon, autor de Dragões te Éter.


Dezessete Luas = um dos meus livros favoritos. Sem mais. Adoro a série Beautiful Creatures. O livro três, Dezoito Luas, saí em Fevereiro. Comprarei, sem dúvida. Estou doida pela data do lançamento. Esse outro é o volume 7 de Deadman Wonderland, um mangá que eu acompanho. Se você não conhece, comprei o volume 1! Se nunca leu nenhum mangá, é a oportunidade perfeita para começar!


Finale, quarto livro da série Hush, Hush, será lançado no Brasil mês que vem! Decidi comprar os primeiros três. Já tinha lido mas queria ter em casa. Os três me saíram 20,00 reais JUNTOS, numa promoção maravilhosa na Submarino. Eu não sabia que eles tinham aquela textura na capa *O*


Gente, THE HOUSE OF NIGHT! *-----------*
Comprei O Juramento de Dragon por 10,00 na Submarino. Já li e adorei! Conta a história de Dragon Lankford, um dos professores na escola de vampiros Morada da Noite. Quem não conhece a série devia. Sério. Nyx na Série House of Night foi um livro que mamãe me deu de presente. Já li e adorei!² Fala sobre curiosidades sobre a série. O livro é bom, é uma leitura muito divertida. Foi organizado pela P. C. Cast (autora principal da série) e tem vários ensaios de vários autores, inclusive a filha dela, que é coautora da série, Kristin Cast.


Essa ilustração está em O Juramento de Dragon. O livro tem uma ilustração para abrir cada capítulo. Ilustrações maravilhosas, devo ressaltar. Este desenho na foto é minha figura favorita.


Essa ilustração está em Nyx na Série House of Night. Assim como O Juramento de Dragon, cada ensaio deste livro tem uma ilustração linda. Sério, LINDAS DEMAIS. Essa foi uma das que mais gostei, mas foi a única que ficou boa em foto. As demais eram escuras demais e ficavam estranhas na câmera.


Hoje mesmo fui ao shopping e comprei este livro. Estava por 25,50, um preço muito bom! Ele é muito lindo, bem acabado. A capa é maravilhosa. Vi resenhas positivas e negativas, então comprei para decidir por mim mesma o que acho!


Lola e o Garoto da Casa ao Lado todos conhecem e despensa apresentações. Já li o livro e gostei! Veio como cortesia da Novo Conceito. Feita de Fumaça e Osso eu comprei e já li. Adorei o livro! Aguardo ansiosamente pela continuação. A capa é maravilhosa. Sério gente, LEIAM ESTE LIVRO!


Comprei Divergente na Submarino e foram os 30,00 reais mais bem gastos da minha vida. Virou meu livro favorito! Quando terminei fiquei três dias sem ler nada, só relendo alguns trechos que amei. Sério gente, que livro perfeito! Quinhentas páginas que nem vi passando. Espero que a Rocco publique Insurgente logo! A Culpa é das Estrelas eu troquei no skoob e já li e é lindo! Tinha lido ele emprestado de uma amiga mas É TÃO BOM QUE TODOS TEM QUE TER SEU EXEMPLAR!

Minha amiga que também já leu fez este desenho para mim. Tem um pouco a ver com o livro, quem já leu sabe ><

Bom, foi isso. Muita coisa, não? Prometo não acumular mais livros assim. Deu trabalho fotografar tudo isso, visto que tive que tirar os livros da pilha na sala para fotografar. Valeu a pena =D
Até o próximo post! õ/