quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Matutando #06


Olá pessoas, como vão!
Tenho tido alguns problemas essa semana, mas vou poder resolver tudo em breve e logo estarei respondendo os comentários dos últimos posts. Fiquei muito feliz com os comentários, obrigada! 
Bom, o mês de outubro sempre foi meu mês favorito por um motivo: HALLOWEEN! É o meu dia favorito por que eu sou completamente fissurada por filmes de terror e, por um motivo, é muito comum estrearem filmes/seriados de terror nesse período! 
Como não é uma comemoração muito comum no Brasil, sempre tem gente que não gosta e critica. Pessoas, fiquem calmas! Reclamar de feriado - mesmo que não seja feriado aqui - é feio! E quem é da wicca entende a importância dessa data, então parem de reclamar e vamos todos comemorar õ/ 
Mas Nath, comemorar como? 
E eu te respondo: você pode reservar seu fim de semana para assistir aos filmes e seriados que vou sugerir abaixo. YAY!


Ah, antes...
Terror: Ajetivo dado a filmes com temas sobrenaturais, que nos dá a sensação de medo, pavor e paranoia. Geralmente são filmes sobre fantasmas ou demônios.
Horror: Adjetivo dado a filmes onde as cenas são extremamente gráficas, mostrando sangue, mutilação, violência psicológica e física em demasia. São filmes de serial killers, vampiros, lobisomens, filmes sangrentos.
Suspense: Adjetivo dado a filmes que causam desconforto, ansiedade, curiosidade, sentimentos geralmente atribuído a cenas em que o final é muito aguardado com impaciência ou inquietude. Geralmente são filmes policiais ou os famosos "terrores psicológicos".
Vale lembrar que, nos EUA, o termo "horror" é usado tanto para filmes de terror e de horror. Suspense são os famosos "thrillers".

P.S.: Todas as imagens a seguir são dos seriados/filmes recomendados.

American Horror Story: Coven

 

Recentemente a terceira temporada de uma das minhas séries favoritas, American Horror Story, estreou õ/ 
American Horror Story é um seriado diferente por que cada temporada conta uma história diferente, num lugar diferente, com acontecimentos independentes, mas quase sempre com os mesmo atores! A primeira temporada foi sobre uma mansão mal-assombrada (perfeito), a segunda sobre um sanatório (mais do que perfeito) e a terceira, que tem apenas quatro episódios até o momento, é sobre bruxas (YAAAAAY!!!).
A terceira temporada conta a história de Zoe, uma garota comum que, quando decide perder a virgindade com o namorado, acaba causando nele um aneurisma! E descobre que tem esse "poder" de bruxa de literalmente matar um homem ao fazer sexo com ele. Parece bizarro? Esse é só o começo. Dentre outras coisas, nesta série temos um internato de bruxas adolescentes, e não espere uma historinha fofa de amor: todas as garotas são completamente perturbadas, em todos os sentidos. E, além disso, tem também um briga entre duas bruxas "imortais", uma mulher louca amaldiçoada e um cara meio touro, meio gente! 
Particularmente, estou achando a terceira temporada bem legal. Ainda é cedo pra dizer se é melhor que as outras duas, mas estou gostando muito.

Grave Encounters 1 e 2 (Fenômenos Paranormais)



Ahh, Grave Encounters! Acho que pouca gente vai entender meu amor por essa franquia. É mais um daqueles filmes de found footage, no estilo Atividade Paranormal e A Bruxa de Blair. No Brasil os filmes tem o nome de Fenômenos Paranormais (que sofrível, tradutores!).
O filme conta a história de um grupo de "caça-fantasmas" que lidera um programa de televisão. O programa - Grave Encounters - é famoso e bem recebido. O novo episódio se passará num antigo sanatório, fechado há muito tempo, suspeito de ser mal-assombrado. O filme não é baseado em fatos reais, mas o sanatório existe mesmo e, dizem, é mesmo do capeta! É o Riverview Hospital, e fica no Canadá. Quem quer ir visitar comigo?
Bom, a verdade é que essa equipe de caçadores de fantasma nunca achou nada, então eles sempre fabricavam uns efeitos, uns gritos, e pá, tá pronto, manda pra tevê! No entanto eles acabam se deparando com algumas situações um pouco incômodas, como o fato de que não amanhece, a pesar de o relógio dizer que é de manhã, e pelo fato de que não há como sair do hospício, já que ele cria novas alas, as portas que antes davam para um banheiro levam a um porão. O lugar é um labirinto.
O que mais gostei no filme não foram os efeitos especiais nem o roteiro em si - que são ótimos! - mas sim o toque de suspense, de agonia que te dá. Acho que a atuação foi muito boa, com um clima de suspense bem pesadão, e cenas aterrorizantes. A sequencia, Grave Encounters 2 (ou Fenômenos Paranormais 2 no Brasil) é melhor que o primeiro filme. Recomendo a franquia!

Invocação do Mal (The Conjuring)


Invocação do Mal foi o último filme de terror que assistir e, confesso, nem um pouco decepcionante!
Querido leitor, não sei se você já assistiu algum filme de terror no cinema - eu mesma não devo ter visto mais que dez. Na verdade, ver filmes de terror no cinema é, ao mesmo tempo, uma experiência gratificante e horrível. É legal por causa da qualidade da imagem, do som, o filme se torna mais intenso, as cenas te assustam mais. Mas sempre tem a parte ruim, e são as pessoas. Mais especificamente uma espécie que eu denominei de Meninas Cheias de Frescura Que Querem Se Agarrar no Namorado e Precisam de Uma Desculpa Para isso. Quando fui ver Invocação do Mal no cinema, há algumas semanas, NUNCA VI TANTA GRITARIA NA VIDA. E não é um gritinho de susto ou surpresa, é um escândalo completo! E o filme nem dá tanto susto assim. Garotas, segurem-se! Eu sei que vocês podem agarrar seus machos mais tarde.

Anabelle da vida real e Anabelle do filme. A boneca do filme é bem mais bizarra.

Enfim, aqui vai por que o filme é bom: mesmo sendo aquele super clichê de casa mal assombrada, exorcistas fodões indo salvar o dia e sustos, o filme é diferente e surpreende. Conta a história de um casal que tem cinco filhas, e eles vão juntos morar numa casa enorme que eles compraram por uma pechincha no leilão do banco. A casa é linda, a vista é maravilhosa, tudo parece perfeito, até que coisas estranhar começam a acontecer (sempre tem isso). Relógios começam a parar sempre no mesmo horário, a mãe começa a perceber hematomas, até o dia em que umas das filhas vê algo atrás da porta.
O que mais gostei em Invocação do Mal é que ele é realmente baseado em uma história real da qual eu já tinha conhecimento! O casal exorcista do filme é real, a casa assombrada do filme e a família que nela vivia é real e a boneca Anabelle - que não tem uma participação significativa mas que foi bem representada - existe mesmo e fica num museu nos EUA! Eu achei o filme super bem ambientado, acima de tudo, e tomei sustos verdadeiros com ele. Recomendo!

Sinister (A Entidade)


Sinister foi uma surpresa enorme. Eu não dava absolutamente nada para o filme e achei ser o típico terror clichesão. E como eu estava enganada!
O filme conta a história de um escritor de livros policiais. Na verdade, ele pega um crime real sem solução e faz um dossiê sobre ele, e então fala sobre o trabalho de investigação que os policiais tiveram e como falharam em solucionar o crime. Anos atrás ele publicou o livro "Kentucky Blood" e ficou famoso, mas a partir de então teve um bloqueio enorme e a policia tem resistido em falar com ele sobre seus casos. Ele tem mulher e um casal de filhos, e está desesperado por dinheiro. Eis que ele se muda para uma casa nova, numa cidade diferente, para investigar a morte de uma família e o desaparecimentos de um dos filhos deles. Uma coisa que ele decide não contar para a mulher é que a casa onde eles estão morando é a casa onde os assassinatos aconteceram!


Desenhos bizarros feitos pro crianças? DEUS ME LIVRE!
Num belo dia, arrumando o porão da casa, nosso herói encontra uma caixa cheia de fitas caseiras, com nomes genéricos: festa na piscina, hora de dormir, churrasco em família. Provavelmente fitas de bons momentos dos antigos moradores.
Só que ele decide assistir as fitas e - SURPRESA! - elas são fitas snuff! Pra quem não sabe, uma fita snuff é uma filmagem de um assassinato real. Então "festa na piscina" é um nome bonitinho para um vídeo onde uma família inteira é presa a cadeiras de tomar sol e jogada na piscina. Só que, olha só, a família que morou ali não foi morta por afogamento. Isso significa que TODAS AS FITAS são de casos não solucionados, às vezes até mesmo encobertos. Ele teria um livro perfeito em mãos se não fosse a entidade estranha que tem assombrado sua casa.
O mais legal do filme é, com certeza, o fato de que não é nem um fantasma, nem um demônio, mas sim uma assombração. Pouca gente sabe a diferença entre um e outro. Um fantasma é o espírito de um ser humano que ficou preso na terra por algum motivo, e pode ser maligno ou não. Um demônio é um ser que nunca andou na terra quando vivo, cada um tem suas características físicas e mentais diferentes. Segundo os mais estudiosos, são seres de outras dimensões, anjos caídos ou forças cruéis da natureza que não são humanas. Já uma assombração é uma entidade criada a partir da força mental de um grupo de pessoas que acredita nela. O bixo papão, por exemplo, é uma assombração.
Enfim, eu realmente recomendo o filme! É um dos melhores do gênero suspense/terror.

TribeTwelve


Você que estava lendo o post e pensando: poxa, Nath, eu já conheço/já vi todos esses filmes!, aqui vai uma surpresa. TribeTwelve é uma web série feita por um rapaz amador, que não é ator nem diretor de cinema, só um universitário qualquer. E ele nem sequer faz cinema, mas sim faculdade de biologia! Antes de discorrer sobre o seriado, vale ressaltar que o Adam Rosner é um rapaz muito gente fina, que interage com seus fãs, responde perguntas e sempre nos atualiza sobre novos vídeos. De vez em quando ele faz vídeos engraçados em outro canal seu. Eu mesma já falei com ele por telefone! Adam, se a biologia der errado, vire ator!
 Adam Rosner e
seu cachimbo.
 
Enfim, esta é uma web série que conta com episódio postados sem uma frequência exata no canal do youtube de Noah Maxwell. Noah é um jovem rapaz judeu que criou o canal TribeTwelve (uma referências às Doze Tribos de Judá) com o intuito de ser um canal onde postaria vídeos sobre um trabalho de religião. No entanto o trabalho foi cancelado e nunca concluído. Anos depois, Noah revive o canal abandonado postando um vídeo em homenagem a seu primo Milo Asher, que cometeu suicídio recentemente. Noah se lembra que tem algumas filmagens de seu primo numa câmera antiga e decide vê-las. No entanto essas fitas mostram algo perturbador - um homem alto, de terno, seguindo Milo! Como Noah nunca tinha percebido nisso? Noah, assustado, decide postar as imagens no seu canal e o estrago está feito - o homem começa a vir atrás dele. 
Mas e se o homem não estiver sozinho? E se ele tiver alguma ligação com a morte de Milo? E se essa homem for uma... assombração?


Uma das coisas mais legais em TribeTwelve é que é inovador. Quando assisti os primeiros vídeos eu não conhecia a pessoa por trás da história, e Adam Rosner tem um talento enorme para atuação, além de ser um ótimo roteirista. Mais do que uma web série de terror, TribeTwelve é um drama psicológico e uma ficção científica. A assombração da série o o famoso Slender Man, uma lenda que surgiu na internet. O Slender seria um homem sem rosto, alto e magro com tentáculos saindo das costas, que vive nas florestas e mata crianças. É uma lenda muito interessante.
No Brasil a série é legendada pela Inútil Erudita, e você pode assistir os vídeos de TribeTwelve legendados nessa playlist. Abaixo deixo um trailer que o próprio Adam fez, que É DE ARREPIAR!!




É isso, espero que tenham gostado! E então, pretendem assistir algum filme ou seriado nesse Haloween? Já assistiram algum desses filmes? Tem algo para me recomendar? Comentem =D

6 comentários:

  1. Hey
    HAHA apaixonada por todas as gifs!!!
    Adoro American Horror Story e adorei 'A Invocação do Mal'
    Sobre 'A Entidade' o final foi o que me deixou chocada mesmo

    Ótimo post

    bjs

    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHS é perfeito *------*
      O final de A Entidade é muito bizarro, eu realmente tive medo daquele filme haha XD

      Excluir
  2. Olá
    Já vi AHS mas parei, é, sou um pouco medrosa!! rs
    E um filme que eu vi foi Invocação do mal, gostei bastante mas não levei tantos sustos, vi no cinema também.
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A primeira temporada foi a única que me deu medo. A segunda eu ficava mais era torcendo pelos personagens. A terceira tá mais no seguimento drama que terror, mas tem umas cenas bem punks (tipo a cena em que eles ressuscitam o cadáver mutilado do garoto).
      Invocação do Mal é perfeito. Ele não dá muito medo mas é bem maneiro ><

      Excluir
  3. Em tão tribetwelve não é real?naaaaao

    ResponderExcluir

Olá, ser (in)humano! Tudo bão?
Então, seje feliz e comente o que quiser! Só não vale ser preconceituoso, postar conteúdo indevido ou me encher de spam (eu tenho lotes para capinar, sabia?).
Caso tenha alguma pergunta sobre o post, pode comentar que eu responderei dentro de 24 horas. Mas, se quiser, pode me mandar um e-mail! Meu endereço é: nlbrustolin@hotmail.com
Divirta-se =D