segunda-feira, 25 de julho de 2011

Desmentindo as lendas urbanas

Pega no flagra, Bloody Mary! Bem feito, hein! Assombrando pessoas -qn

Saudações, galerinha!
Sim, eu sei, deu até pra pensar que eu abandonei o Nerd/Rocker Girl, mas, como vocês devem imaginar, eu tenho uma vida offline blá-blá-blá estou atolada em compromissos.

(Acontece que fui amaldiçoada/glorificada com o prazer de escrever uma peça de teatro para a escola e tenho trabalhado muito nela. Se vocês quiserem lê-la, vão ficar querendo. Primeiro por que ela ainda não está concluída e segundo por que ela está horrível. Porém se vocês quiserem assisti-la eu posso passar o endereço do local para vocês - apesar de eu achar que a professora que pediu que eu escrevesse a peça não permitiria que os seguidores do meu blog ocupassem o espaço dedicado aos pais e familiares dos alunos no Cine ovo de codorna Teatro da cidade).

Para retornar ao meu blog com um estupendo e magnifico post resolvi desenterrar um assunto de uma aula vaga minha há algum tempo: lendas urbanas e seus furos.
Bom, eu não passo meu tempo livre lembrando-me de assuntos passados há muito tempo, porém acho que devo explicações: estava eu aqui, em frente a tela luminosa de meu computador, escrevendo a peça de teatro (com o nome deplorável de O Tesouro de Tales - o de Mileto, matemático grego) quando minha amiga me avisa que saiu o trailer da linda e magnifica continuação da franquia de filmes Atividade Paranormal: o Atividade Paranormal de número 3.
Assisti o 1° com recomendações dela e o 2° com meu irmão mais velho no cinema (que, a propósito, riu horrores da minha cara por eu ter me assustado com a parte dos armários - quem já viu vai entender).
Eu vou, com uma falsa coragem, assistir ao trailer.


Ah, gostaria de aproveitar este espaço para amaldiçoar as pessoas ou o sistema de algorítimos que escolhe que imagem do vídeo em questão deixarão em exibição. A imagem paralisada acima é um spoiler enorme.
Bom, voltando ao post, vou começar agora a desmentir as malditas lendas urbanas que durante anos a fio vêm me metendo medo.
Bem feito para vocês, ilustres lendas, que despertaram a fúria dentro de mim.
Hey, ho, let's go!
VAMPIROS


Devido a série Crepúsculo, os vampiros voltaram a ser os queridinhos da galerinha. Eu sempre gostei de vampiros e a série crepúsculo foi uma benção - não por que a série é legal, mas por que ela me levou a conhecer muitos outros livros sobre vampiros que mereciam leitura - e agora está sendo uma maldição - com a degradação da imagem destes seres trevosos que povoavam a mente temerosa dos católicos de épocas atrás.
Vamos com a primeira e única contradição que merece destaque:
Vampiros não podem sair durante o dia por que eles sofrem alguns danos (que incluem queimaduras e etc).
A lenda original diz que os vampiros são criaturas noturnas, pois se eles saírem durante o dia eles irão sofrer danos.
Vou tomar como exemplo a série crepúsculo e sua interpretação da lenda: lá os vampiros, se saírem na luz do sol, brilham. No entanto, se o dia estiver nublado, eles podem sair de seus caixões (ou casas luxuosas), já que não há o risco de a luz do sol incidir sobre eles e fazer com que sua pele brilhe - e, consequentemente, não há o risco de serem descobertos.
As primeiras lendas que narravam as aventuras lendas dos vampiros surgiram na idade média, mais ao norte do continente europeu, um local onde, na maior parte do ano, não há sol.
Pode parecer que eu estou grifando coisas inúteis, porém peço que observem: se no norte da Europa não há muito sol, por que ainda sim os moradores locais só sentiam necessidade de se proteger dos vampiros durante a noite?
Os ataques dos vampiros se davam durante a noite. 
As pessoas colocavam cruzes em suas portas e enchiam suas janelas com alho apenas durante a noite. 
As pessoas deixavam estacas de madeira a postos apenas durante a noite.
Então por que tantos escritores atuais batem na tecla da luz do sol, e não na simbologia do dia
Dia é o contrário de noite. 
Durante o dia nem sempre há sol, mas durante a noite sempre é escuro. 
A luz do sol não passa de "fogo" (notem que eu sei que a luz do sol não é fogo, por isso coloquei entre aspas. Escrevi fogo apenas para ilustrar a ideia de que a luz do sol não é algo altamente sagrado, mas algo simples e com explicações cientificas cabíveis, diferente dos vampiros), um elemento que entra em combustão quando em contato com algum combustível (no caso do sol, o Hélio).
Então se acendermos uma vela perto de um vampiro, ele também deveria se queimar ou sofrer danos, correto?
Errado.
Os vampiros são danificados ao sair durante o dia devido a uma filosofia antiga: os vivos ficam de pé durante o dia e os mortos durante a noite. 
Os vivos realizam suas atividades durante o dia e os mortos durante a noite.
Eu estou viva, o vampiro está morto.
Então eu concluo este trecho pedindo para que não fiquem aflitos pensando em ir arrumar a história do livro de vocês ou saírem do meu blog no intuito de ir xingar a Stephenie Meyer no twitter por ter enganado vocês.
Vampiros. Não. Existem.
Isso explica tudo.
Criem a novela mexicana que quiserem em relação aos vampiros, pois e só uma história, uma lenda que não é real.

LOBISOMENS


Recentemente li um livro sobre lobisomens que gostei muito, o Sangue de Lobo. O livro é magnifico e recomendo a leitura dele e da minha resenha (apenas clique ali no nome do livro e você será redirecionado a resenha ;] ). Porém, como sempre, minha mente acadêmica não conseguia entender a maior das contradições dos lobisomens:
Os lobisomens se transformam com a luz da lua.
Existe uma infinidade de lendas que narra o motivo de alguém virar um lobisomem, porém todas elas concordam em pelo menos uma coisa: a lua cheia tem influência sobre a transformação deles, fazendo com que eles mudem para o modo lobo apenas durante este período do mês (ignorarei o fato de que "este período do mês" me lembra menstruação ¬¬').
Mas, então, se a lua cheia por um capricho do destino decidir agraciar-nos durante o dia? O lobisomem irá se transformar.
Bom, sei que agora eu mesma entrei em contradição, afinal, bati muito na tecla do vampiro não poder sair durante o dia, não importando se é dia ou noite, e agora digo que o lobisomem não se transforma durante a noite, mas sim com a luz da lua.
Diferença básica entre o lobisomem e o vampiro: lobisomem não está morto, o vampiro sim. Enquanto ele é humano ele leva uma vida normal.
Outra coisa: o vampiro é vampiro em tempo integral, o lobisomem só é lobisomem durante a lua cheia.
Mas eu nunca ouvi lendas de um lobisomem andando por ai durante o dia, apesar de a lua aparecer durante o dia muitas vezes (inclusive a cheia).
Como eu disse, é a luz da lua, não apenas a lua, que transforma o lobisomem. E a luz do sol com certeza ofusca o brilho da lua (que seria seu próprio brilho. Não vou explicar aqui, acho que todo mundo sabe que a lua reflete a luz do sol). 
Se a luz do sol é a luz da lua também, o lobisomem não deveria ser lobisomem em tempo integral? Ou será que a luz tem que ser filtrada pela lua antes, só então o licantropo se transforma?
Bom, depois de tantas discussões, cheguei a seguinte conclusão:
Lobisomens. Não. Existem.

SEREIAS
Eu já falei das sereias antes em outro post.
Basta clicar aqui e você será redirecionado a ele ^^
_______________________________________________________________________

É isso aí, galerinha bonita. Eu até queria falar mais de outras lendas, mas o post já tá enorme assim mesmo, não vou deixá-lo ainda maior. Quem sabe em uma outra oportunidade?
Até o próximo post!

Beijos :*




2 comentários:

  1. Você escreve muito bem, a peça deve ter sido um sucesso. XD! Confesso que nunca tinha pensado nessa questão do lobisomem... O pior é que faz todo o sentido! Ah não, não acredito. Então quer dizer que lobisomem e vampiros não existem... Puxa... Essa verdade doeu.

    ResponderExcluir
  2. A peça ainda não aconteceu - e eu espero que ela seja um sucesso, pelo amor de Deus.
    UHUSHUASH' Desculpe destruir seus sonhos, mas a verdade é um pouco dura às vezes...

    ResponderExcluir

Olá, ser (in)humano! Tudo bão?
Então, seje feliz e comente o que quiser! Só não vale ser preconceituoso, postar conteúdo indevido ou me encher de spam (eu tenho lotes para capinar, sabia?).
Caso tenha alguma pergunta sobre o post, pode comentar que eu responderei dentro de 24 horas. Mas, se quiser, pode me mandar um e-mail! Meu endereço é: nlbrustolin@hotmail.com
Divirta-se =D