sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Beautiful Creatures OUIÉ!


Meus kiridos!

Não sei se vocês, leitores, também são escritores nas horas vagas. Mas eu sou e, quando meu computador não quis ligar essa semana, fiquei desesperada. Levei para o técnico na mesma hora e, a princípio, ele deu o diagnóstico errado: o HD não tinha salvação. Comecei a chorar na frente dele, falando que não era possível, que isso não podia acontecer. Ele pegou o notebook e disse que ia ver o que podia fazer.
Para a minha sorte, ele conseguiu fazer o backup de quase tudo. Perdi alguns episódios de animes e de seriados, uma ou outra foto, mas meu livro ficou intocado. 
Não sei se vocês tem algo tão precioso na vida de vocês a esse ponto, mas espero que nunca tenham que passar pelo que eu passei.
Mas vamos direto ao assunto! Preparei mais um post especial para vós! Não é novidade para o pessoal que me conhece que eu sou apaixonada pela série Beautiful Creatures (meu irmão mais novo ficou horas me ouvindo falar do enredo). Mas eu me sinto meio idiota vindo falar isso no blog por que eu só li o livro um '-'
Eu sou louca pelo segundo (que já tem no Brasil).
Mas, afinal, que livro é esse?

Dezesseis LuasEthan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona. Eleito pelo Amazon um dos melhores livros de ficção de 2009. Direitos de tradução vendidos para 24 países. Um filme da série está sendo produzido. "Pacote completo: um cenário assustador, uma maldição fatal, reencarnação, feitiços, bruxaria, vudu e personagens que simplesmente prenderão o leitor até o fim..."


Eu recebi esse livro em forma de troca pelo skoob (acho que troquei Winkie, não me lembro). Ele já era meio idoso (passou na mão de três pessoas antes de chegar para mim) mas veio inteiro, com pequenos amassados. Eu acho a capa linda (pessoalmente ela brilha, mas não é metalizada. Só pegando na mão para entender) e a história que se esconde por trás dela é fascinante.
Só quem já se apaixonou por um livro sabe como é difícil falar deles. Não sei nem por onde começar a descrever o que senti ao ler Dezesseis Luas.
Eu e meu exemplar õ/
Sabe quando você passa o dia sem comer? Por algum motivo, você não tomou um café decente e não almoçou. Quando finalmente come no jantar, a comida parece mais saborosa. Acho que essa pode ser uma boa comparação com meu primeiro contato com Dezesseis Luas. Eu estava há três dias sem virar uma página de nenhum livro (ressaca literária das bravas) e foi quando decidi que devia tomar vergonha na cara e ler alguma coisa. Peguei Dezesseis Luas. Era um livro grosso, capa com detalhes metalizados. Um árvore com galhos torcidos. Tem coisa mais sombria que essa?

Quando eu o vi pela primeira vez achei que fosse algo parecido com Crepúsculo. Não me crucifiquem ainda, eu gosto de Crepúsculo (mas só do livro. O filme é uma desonra para a humanidade). Quando li a sinopse de Dezesseis Luas, a vontade de lê-lo foi tremenda. Quero dizer, cidades pequenas cheias de segredos, flashbacks misteriosos, uma garota mais misteriosa que os flashbacks... Quem resiste a algo assim?
Comecei a ler Dezesseis Luas e, sem saber, escolhi o melhor prato possível para meu desjejum. 


"A escuridão, a verdadeira escuridão, era algo além da pura ausência de luz". - Página 261

Ao virar as primeira páginas você já se sente envolvido pela magia que cerca a história. Mas não se engane. Não é uma magia bonitinha, como a de Harry Potter. Dezesseis Luas nos traz uma magia sombria, negra, que você sente fazendo cécegas nos seus dedos enquanto sussurram "leia mais um capítulo!" no seu ouvido.
Aliás, o livro não é nada como Harry Potter (só vou ressaltar isso por que li resenhas em que comparam os dois livros). Tá, dos dois livros fala sobre magia. HP trata do mundo dos Bruxos, e eu amo a história. Ponto. Já BC retrata os Conjuradores. Os Conjuradores (Casters em inglês. Por isso que os fãs da série são os Casters Girls/Boys) são levemente semelhantes aos bruxos, mas tem poderes e maneiras de usá-lo bem diferentes (principalmente dos bruxos de Harry Potter).

O livro conta a história de Ethan Wate, uma rapaz comum que estuda numa escola comum numa cidade não tão comum. Gatlin é, com certeza, um lugar maluco. Eu vivo numa cidadezinha no interior de Minas Gerais chamada Extrema. Essa cidade é a primeira do sul, fica beeeeeem naquela pontinha do mapa. E, por causa disso, todos os moradores se sentem muito orgulhosos disso. Essa cidade virou um ponto turístico por causa das trilhas da Serra da Mantiqueira, das cachoeiras e também por causa de ESTAR NO EXTREMO SUL!!!!! 


"Dezesseis luas, dezesseis anos
Dezesseis dos seus mais profundos medos
Dezesseis vezes você sonhou com minhas lágrimas
Caindo, caindo ao longo dos anos"
Página 13

Eu vi muitas semelhanças entre Gatlin e Extrema. Por que? Bom, aqui há muitas famílias tradicionais (eu sou de uma família tradicional de uma cidade vizinha, chamada Cambuí. Os Lambert são muito influentes por lá. Pelo que sei da minha árvore genealógica (até isso minha família TAMBÉM tem em comum com o livro) eu sou bisneta do "fundador" de Cambuí, que veio direto da França para cá. E, sim, você conhece meu sobrenome de Anna e o Beijo Francês. Lambert era o nome do hotel onde a Anna "morava").
Enfim, eu até gosto de morar em cidade pequena. Mas os assuntos e fofocas correm como em fogo em palha por aqui. E em Gatlin não é diferente.
A cidade de Gatlin tem fortes superstições e todos são católicos fervorosos. Além disso, a grande encenação da Guerra Civil é uma espécie de ritual anual de adoração aos seus antepassados que ninguém na cidade pode perder. No meio desse pessoal está a família de Ethan, que não é exatamente uma família. A mãe de Ethan morreu e ele vive apenas com o pai e a governanta da casa, Amma. O pai está de luto e recluso em seu quarto, terminando de escrever um misterioso livro. Amma, uma das minhas personagens prediletas do livro, é ótima. Ela é uma senhora que cuida de Ethan desde que ele se conhece por gente. E, além de tudo, ela é muito supersticiosa. Mexe com vodu e até macumba. 
A questão é que Gatlin não tem apenas Amma como personagem folclórico. Há também Macon Ravenwood, um homem soturno que há anos não sai de sua misteriosa mansão. 
A história de Dezesseis Luas começa quando Ethan sonha (pela trocentésima sétima vez) com uma garota que ele tenta salvar, mas nunca consegue. Quando ela acorda numa manhã chuvosa para o primeiro dia de aula (e, coincidentemente, o dia estava chuvosíssimo quando peguei o livro para ler. A propósito, está chovendo nesse momento em que estou escrevendo esta resenha) e há uma estranha música tocando em seu iPod. Esta música se chama Dezesseis Luas e tem uma voz feminina e macabra cantando o trecho que coloquei acima. Se vocês quiserem ouvir a música, aqui está:





Ethan sai de casa e vai se encontrar com Link (esse mesmo, do Zelda! Brincadeirinha =D Mas sei que foi a inspiração da autora, diz na descrição da Stohl que ela gosta de video-games). Quando ele chega na escola, a notícia mais bombástica do ano é repassada a ele: Lena Duchannes, a misteriosa sobrinha de Macon Ravenwood, está na cidade e vai estudar na mesma classe que todos eles!

Se eu contar mais que isso é spoiler, mas eu devo dizer: AMO A LENA! É uma das poucas personagens femininas que eu realmente gosto. Deve ser por que o livro é narrado pelo Ethan, e não por ela. Acho que eu a odiaria se ela narrasse o livro.
A personalidade de todos os personagens é muito interessante. Sem contar quando descrevem as roupas da Lena. Eu gosto muito do estilo dela, e acho que ela se parece comigo (mesmo que eu não tenha olhos verdes).
A Lena tem um colar que é citado muitas vezes no livro. Ele chama atenção por ter uns mil (tá, só uns 10) pingentes juntos. Quando terminei o livro, a primeira coisa que fiz foi construir um colar para mim. Olhem como ficou:


Um símbolo japonês, um crucifixo, um pentagrama, o símbolo da Disney e uma pimenta =D Cliquem na foto para ampliar.
Bom, já cobri o livros de elogios e é isso aí. Agora tá na hora de falar do filme.
O filme ainda não saiu, mas não estou muito ansiosa para isso. Veja por que:
1 - Posers brotarão do inferno para dizer que amam Beautiful Creatures;
2 - Eu simplesmente DETESTEI a escolha de atores para quase todos os personagens;
3 - Um filme jamais ficaria à altura desse livro. Jamais.

A atriz que colocaram como Lenna não se parece sequer com a descrição no livro. A Lena do livro tem olhos verdes, cabelos negros MUITO crespos. A atriz parece a Kristen Stewart,  resumindo.
Eu imaginava a Lena assim: 


Não assim:


Mas a gente não pode esperar que tudo seja perfeito. Eu realmente espero que o filme não me decepcione tanto assim. Vou deixar uns links legais sobre a série:

O trailer do filme:

É isso por hoje, meus kiridos. Até o próximo post.
As autoras =D
Beijos,
N!

12 comentários:

  1. Fiquei supercurioso para ler esse livro agora, antes eu já tinha, mas não tanto!
    E eu sei o que é morar em cidade pequena, já morei e é bem isso mesmo o que você falou. rs
    Bela resenha!

    Lucas / Era uma vez

    ResponderExcluir
  2. Oi Nath! Eu sei como é isso, haha. Há um bom tempo, eu escrevia um livro com uma amiga e o meu pc pifou. Nesse caso, eu perdi o livro D: mas tudo bem.
    Eu particularmente não sou muito fã de Dezesseis Luas por causa de uns probleminhas que eu tive com a escrita das autoras, mas de resto gosto muito!
    Amei o colar, ficou bem do jeito que eu imaginava o da Lena.
    Beijos!
    http://thebooksthief.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Lucas: Olha, aposto que você vai se apaixonar pela história! E cidade pequena é legal, só que não.

    Julia: MEU DEUS QUE HORROR D= Eu ia ficar MUITO triste, sério. Bom, eu gostei muito da escrita delas, nem imagino do que você não gostou. E obrigado, eu tentei fazer ficar o mais parecido possível ><

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nath!
    Olha, eu sei bem o que é passar pelo que você passou. Nas horas vagas eu também sou metida a escritora (acho que pelo menos 80% de quem tem um blog literário pensa em ser escritor um dia) e meu computador teu uma pifada uma vez e eu perdi o que tinha escrito. Não eram tanta coisa porque eu sou meio lerda pra escrever (ou meio perfeccionista demais, acho que não faz muita diferença) e fiquei mega chateada, mas tomei isso como algo pra me impulsionar, sabe? Escrevi coisas novas, melhores até, e comecei a tomar mais cuidado, salvar meus arquivos em pen-drives e ás vezes em CD's.
    Quanto a Dezesseis Luas, eu não tenho muita coisa para falar a não ser: acho a capa magnífica e quero muito ler, a história parece ser boa e tenho que ver se gosto antes do lançamento do filme. Enfim, sorte com seu livro e tome mais cuidado (vale a dica dos pen-drives, CD's...)

    Gislaine,
    atualizado, comenta?
    Jeito Inédito

    ResponderExcluir
  5. Oi Gih!
    Nossa, todas as pessoas na blogosfera já passaram por isso #xokada
    Eu agora to salvando tudo em e-mail, é mais fácil do que atualizar pen drive (pq pen drive pifa também). Eu também sou lerda para escrever, mas o livro já tava grandinho, seria muita dó se ele sumisse.
    A capa é mesmo linda. Se você for ver o filme, me conte o que achou. Eu, particularmente, acho que o filme ficará muito estranho e talvez mesmo diferente do livro. Mas eu quero ver (um dia).

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oláaa! Se serve de consolo eu perdi todo o meu trabalho final tipo tcc no meio do ano =\ PIREI MTOOOO... tive que refazer tudiiinho, sabe o que é isso?! Agora sempre salvo uma parte no email, outra num pen drivr e assim vou indo....

    Adorei seu blog.... estou seguindo tbm ^^

    Bjinhoooos

    http://estoulendoo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Ane, seja bem vinda =D

    Eu disse, todo mundo tem uma história triste para contar D=
    Como pode tudo quanto é pc/notenook/pendrive pifar? Cacilds!

    Obrigado pela visita!

    ResponderExcluir
  8. eu tbm não gostei da atriz que faz a lena mas ela não tem nada a ver com a Kristen, eu tbm não gostei do ator ia ser outro mas mudaram a única coisa que gostei nesse trailer foram os efeitos especiais e os atores secundários (Ridley,Link e etc)

    ResponderExcluir
  9. Oi Lilian!
    Quando eu disse que parece com a Kristen, quis dizer cabelo castanho comprido, olhos castanhos, etc. A Lena não era assim. O primeiro ator que escolheram era um Ethan melhor que o segundo, mas ele teve que sair por algum motivo do filme. Eu realmente gostei da Ridley, a pesar de imaginá-la diferente.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oiee! Senti seu desespero aqui, é realmente horrível ter a sensação de ter perdido seus respectivos projetos que receberam horas de dedicação! Aaah, e boa sorte com o teu livro, acho realmente muito lindo essa coisa de escrever e tals! *-*
    Não gosto de crepúsculo mas devo confessar que o livro é melhor que o filme e o filme é realmente uma desonra a humanidade, hahaha.
    Ouvi falar sobre esse livro e cheguei a ver as outras capas. A capa é realmente linda e me interessei pela leitura, apesar de ser certos receios... Enfim...
    Bjs, Ruama.
    http://esquiloscorderosa-ruama.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Ruama!
    Nossa, desespero é apelido! rsrs
    Eu até gosto do livro, achava que a narrativa combinava comigo e gostava da Bella. Mas só a do livro. A do filme é... puff

    Eu vou reafirmar isso: leia o livro. Eu também tinha receios, mas o livro vale muito a pena!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Eu gostei da Alice como lena, apesar de eu imaginar a Lena assim: http://images4.fanpop.com/image/articles/119000/liz-gillies_119717_1.jpg?cache=1312186247
    (Liz gillies kkk)
    E... que musica macabra mano '-' imagina tu ta no seu IPod de boas e aparce essa musica, eu ja penso que o capeta veio me levar gjgijfgbasjhabsu #parey

    ResponderExcluir

Olá, ser (in)humano! Tudo bão?
Então, seje feliz e comente o que quiser! Só não vale ser preconceituoso, postar conteúdo indevido ou me encher de spam (eu tenho lotes para capinar, sabia?).
Caso tenha alguma pergunta sobre o post, pode comentar que eu responderei dentro de 24 horas. Mas, se quiser, pode me mandar um e-mail! Meu endereço é: nlbrustolin@hotmail.com
Divirta-se =D